Dois décimos de segundo dão a vitória à Citroën na Jordânia

Um final de tirar o fôlego marcou a vitória da Citroën no Rali da Jordânia, quarta etapa do Campeonato Mundial de Rali (WRC). O Citroën DS3 de Sébastien Ogier/Julien Ingrassia ficou em primeiro lugar com apenas dois décimos de segundo de vantagem sobre a dupla segunda colocada, formada pelos finlandeses Jari-Matti Latvala/Miika Anttila. A Citroën ficou também com o terceiro lugar do pódio, ocupado por Sébastien Loeb/Daniel Elena, líderes do campeonato.
O Rali da Jordânia começou atribulado. Problemas logísticos provocaram o cancelamento de toda a programação do primeiro dia de competição – ou seja, os seis primeiros estágios. O rali começou com Loeb/Elena na liderança, mas Ogier/Ingrassia assumiram a primeira posição no nono estágio (na prática, o terceiro, já que a numeração dos trechos foi mantida mesmo depois do cancelamento dos seis estágios do primeiro dia) e começou a abrir distância. A briga ficou pelo segundo lugar, entre Loeb/Elena e Latvala/Anttila, que terminaram o primeiro dia nesta ordem.

O segundo e último dia do rali proporcionou fortes emoções. Reiniciado com o estágio 13, Ogier/Ingrassia continuaram na liderança após os trechos percorridos durante a manhã. À tarde, uma surpresa: Latvala/Anttila venceram os estágios 17, 18 e 19 – este, o penúltimo do rali – e assumiram a liderança com meio segundo de vantagem sobre Ogier/Ingrassia. A decisão ficaria para o Power Stage, o estágio final do rali, que premia com pontos extras os três primeiros colocados (na escala 3, 2 e 1), independente da classificação em que terminem no tempo acumulado.

Loeb/Elena, mais distantes da liderança, optaram por assegurar o terceiro lugar, deixando Ogier/Ingrassia e Latvala/Anttila sozinhos na batalha pela vitória. As duas duplas impuseram um ritmo muito forte – e os integrantes da equipe Citroën Total World Rally Team mal puderam acreditar quando os monitores mostraram Ogier/Ingrassia estabelecerem o melhor tempo do Power Stage e ficarem com a vitória no rali pela ínfima margem de 2 décimos de segundo. Um resultado comemorado em alto estilo pela equipe: além da vitória espetacular de Ogier/Ingrassia, o terceiro lugar de Loeb/Elena alçou a dupla da Citroën à liderança isolada do campeonato. “Ogier continua a nos surpreender”, saudou Olivier Quesnel, chefe da equipe Citroën. “Foi um desempenho sensacional do piloto e o Citroën DS3 contribuiu com sua velocidade e resistência. Loeb também superou uma situação limite e levou nossa equipe à liderança do campeonato.”

Ogier, por sua vez, destacou a disputa com Latvala. “Tive que acelerar feito louco! Jari-Matti tornou nossa tarefa bastante difícil hoje e chegamos quase a pensar que não havia mais o que fazer. Mas pensamos sempre em chegar à vitória e Dona Sorte sorriu para nós!”, brincou o vencedor.

Outro destaque da Citroën foi a sexta colocação de Kimi Räikkönen/Kaj Lindstrom com o carro da equipe Ice1 Racing, apoiada pela Citroën. O piloto finlandês, campeão mundial de Fórmula 1 em 2007, obteve seu melhor resultado desde que começou a disputar o Mundial de Rali, em 2010.

Rali da Jordânia – 14 a 17 de abril de 2011

Resultado final

1) Sébastien Ogier (França)/Julien Ingrassia (França), Citroën DS3, 2h48:28.2

2) Jari-Matti Latvala (Finlândia)/Miika Anttila (Finlândia), Ford Fiesta RS, a 0.2

3) Sébastien Loeb (França)/Daniel Elena (Mônaco), Citroën DS3, a 27.7

4) Mikko Hirvonen (Finlândia)/Jarmo Lehtinen (Finlândia), Ford Fiesta RS, a 2:44.7

5) Mattew Wilson (Grã-Bretanha)/Scott Martin (Grã-Bretanha), Ford Fiesta RS, a 5:44.9

6) Kimi Räikkönen (Finlândia)/Kaj Lindstrom (Finlândia), Citroën DS3, a 6:14.9

7) Federico Villagra (Argentina)/Jorge Perez Companc (Argentina), Ford Fiesta RS, a 9:18.7

8) Khalid Al Qassimi (Emirados Árabes)/Michael Orr (Grã-Bretanha), Ford Fiesta RS, a 9:43.7

9) Dennis Kuipers (Holanda)/Bjorn Degandt (Bélgica), Ford Fiesta RS, a 14:27.5

10) Bernardo Sousa (Portugal)/António Costa (Portugal), Ford Fiesta S2000, a 15:05.5

Classificação do Campeonato Mundial de Rali (WRC) de 2011 após 4 de 13 etapas:

Pilotos – 1) Sébastien Loeb (França), Citroën DS3, 74 pontos; 2) Mikko Hirvonen (Finlândia), Ford Fiesta RS, 72; 3) Sébastien Ogier (França), Citroën DS3, 69; 4) Jari-Matti Latvala (Finlândia), Ford Fiesta RS, 66; 5) Petter Solberg (Noruega), Citroën DS3, 31; 6) Mads Ostberg (Noruega), Ford Fiesta RS, 28; 7) Matthew Wilson (Grã-Bretanha), Ford Fiesta RS, 22; 8) Kimi Räikkönen (Finlândia), Citroën DS3, 18; 9) Federico Villagra (Argentina), Ford Fiesta RS, 12; 10) Henning Solberg (Noruega), Ford Fiesta RS, 10; 11) Martin  Prokop (Rep. Tcheca), Ford Fiesta S2000, 6; 12) Per-Gunnar Andersson (Suécia), Ford Fiesta RS, 6; 13) Khalid Al Qassimi (Emirados Árabes), Ford Fiesta RS, 5; 14) Juho Hanninen (Finlândia), Skoda Fabia S2000, 4; 15) Dennis Kuipers (Holanda), Ford Fiesta RS, 3; 16) Bernardo Sousa (Portugal), Ford Fiesta S2000, 1; 17) Ott Tänak (Estônia), Ford Fiesta S2000, 1 ponto.

 

Fabricantes – 1) Citroën Total WRT, 130 pontos; 2) Ford Abu Dhabi WRT, 130; 3) M-Sport Stobart Ford WRT, 43; 4) Ice 1 Racing (Citroën), 26; 5) Petter Solberg WRT (Citroën), 22; 6) Munchi’s Ford WRT, 20; 7) Team Abu Dhabi (Ford), 13; 8) FERM Power Tools WRT (Ford), 10; 9) Monster WRT (Ford), 6; 10) Van Merksteijn Motorsport (Citroën) e Brazil World Rally Team (Mini), sem pontos.

Copilotos – 1) Daniel Elena (Mônaco), Citroën DS3, 74 pontos; 2) Jarmo Lehtinen (Finlândia), Ford Fiesta RS, 72; 3) Julien Ingrassia (França), Citroën DS3, 69; 4) Miika Anttila (Finlândia), Ford Fiesta RS, 66; 5) Chris Patterson (Grã-Bretanha), Citroën DS3, 31; 6) Jonas Andersson (Suécia), Ford Fiesta RS, 28; 7) Scott Martin (Grã-Bretanha), Ford Fiesta RS, 22; 8) Kaj Lindström (Finlândia), Citroën DS3, 18; 9) Ilka Minor (Áustria), Ford Fiesta RS, 10; 10) Jorge Perez Companc (Argentina), Ford Fiesta RS, 8; 11) Jan Tománek (Rep. Tcheca), Ford Fiesta S2000, 6; 12) Emil Axelsson (Suécia), Ford Fiesta RS, 6; 13) Michael Orr (Grã-Bretanha), Ford Fiesta RS, 5; 14) José Diaz (Argentina), Ford Fiesta RS, 4; 15) Mikko Markkula (Finlândia), Skoda Fabia S2000, 4; 16) Bjorn Degandt (Bélgica), Ford Fiesta RS, 2; 17) Frederic Miclotte (Bélgica), Ford Fiesta RS, 1; 18) António Costa (Portugal), Ford Fiesta S2000, 1; 19) Kuldar Sikk (Estônia), Ford Fiesta S2000, 1 ponto.

Calendário do Campeonato Mundial de Rali (WRC)

10 a 13 de fevereiro, Suécia

3 a 6 de março, México

24 a 27 de março, Portugal

14 a 16 de abril, Jordânia

5 a 8 de maio, Itália

26 a 29 de maio, Argentina

16 a 19 de junho, Grécia

28 a 31 de julho, Finlândia

18 a 21 de agosto, Alemanha

8 a 11 de setembro, Austrália

29 de setembro a 2 de outubro, França

20 a 23 de outubro, Espanha

10 a 13 de novembro, Grã-Bretanha


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0