F1 2010 terá Safety mais potente da história

A temporada 2010 da Fórmula 1 tem início no próximo dia 14, com o Grande Prêmio de Bahrein. Esse ano, o campeonato conta com o mais potente e poderoso Safety Car de todos os tempos, o novo Mercedes-Benz SLS AMG, que. O modelo Gullwing substitui o SL 63 AMG, que foi usado como o Official F1 Safety Car em 2008 e 2009. Da mesma forma que nos últimos dois anos, o Official F1 Medical Car continua sendo o C 63 AMG Estate da Mercedes-Benz.
O Safety Car possui o mesmo padrão de motor, transmissão, suspensão e sistema de freios dos veículos SLS AMG comercializados. O motor V8 6,3 litros tem potência máxima de 420 kW e 571 cv e um binário máximo de 650 Nm, o que permite ao modelo Gullwing ir de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos.
Seu exterior distingue-se com o proeminente logotipo da Fórmula 1, espelhos em fibra de carbono e barra de luz no teto, conectada a uma câmera de TV.


Pela primeira vez, o LED é utilizado para todas as funções de luz do carro, o que garante um efeito de lâmpada de mentira, obtendo um tempo de resposta extremamente rápido e baixo consumo de energia.
As duas luzes verdes, posicionadas no centro do teto, se acendem quando o Official F1 Safety Car entra na pista e precisa ultrapassar todos os carros de corrida à frente. Uma vez que o SLS AMG assumiu a posição de liderança, as luzes externas da cor laranja são ligadas para sinalizar para os pilotos que não é permitido ultrapassar.
As luzes estroboscópicas brancas dos faróis dianteiros e traseiros piscam durante todo o tempo de atuação do Safety Car. Uma placa especial contendo escrito “Safety Car” fornece segurança adicional em caso de escuridão ou tempo chuvoso.


O interior é composto por bancos de couro preto, padrão dos esportivos AMG, e seis cintos de segurança de ponto, para garantir um apoio lateral ideal. Dois monitores centrais no cockpit do SLS AMG são usados para acompanhar o andamento da corrida. À esquerda e à direita da parte inferior do monitor estão os controles para o sistema de rádio, que permitem aos pilotos do Safety Car e do Medical Car se comunicarem um com o outro, e ainda com o Controle da Corrida.


Um segundo espelho interior dá condições ao co-piloto de observar os carros de corrida atrás. Já o sistema de dados está integrado ao visor central do painel, de onde o condutor e o co-piloto podem ver exatamente os mesmos sinais que os pilotos em seus cockpits.
O Official F1 Medical Car é responsável por garantir um rápido atendimento de emergência em caso de acidente. Por isso, ele percorre as primeiras voltas no início da corrida, quando os carros ainda estão agrupados de forma muito estreita, sendo considerado um momento crítico, propício a colisões.
O motor também é um V8 de 6,3 litros, que desenvolve 336 kW e 457 cv, com um pico de torque de 600 Nm. O Medical Car se distingue dos outros C 63 AMG pelo logotipo da F1, a barra de luz no teto e as luzes estroboscópicas de LED na parte frontal e traseira. A placa iluminada com LED na traseira, contendo a expressão “Medical Car”, torna o carro mais visível na escuridão ou em condições meteorológicas adversas.


O carro possui um espaço traseiro amplo, onde ficam dois especialistas em assistência médica e os equipamentos de emergência, incluindo desfibrilador e aparelho respiração.
Desde 1996 automóveis AMG são utilizados como Official F1 Safety Car e Official F1 Medical Car.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0