Trofeo Linea estreia com a nata do automobilismo brasileiro

 Antes mesmo de sua abertura oficial, o Trofeo Línea já conseguiu uma importante vitória. Entre os 19 pilotos que disputarão a rodada dupla inaugural deste domingo no Autódromo Internacional Nelson Piquet (Jacarepaguá) estão vários dos melhores nomes da atualidade no automobilismo brasileiro. Antonio Jorge Neto, Cacá Bueno, Giuliano Losacco e Ricardo Maurício, são os principais expoentes originários da Stock Car, categoria na qual também correm regularmente astros como Thiago Camilo, Popó Bueno e Alceu Feldmann, outras atrações conhecidas do público.

O Trofeo Línea é o campeonato de turismo incluído no Racing Festival ao lado da Fórmula Future Fiat e da 600 Hornet (motos). Os carros de rua da Fiat foram transformados em modelos de competição com o objetivo de produzir uma categoria pautada pelo equilíbrio técnico e competitividade. Os motores turbo de 1.4 litro geram cerca de 215 cavalos de potência. Os treinos iniciais indicam que as provas em Jacarepaguá poderão proporcionar um espetáculo emocionante, repleto de disputas e ultrapassagens.

O campineiro Antonio Jorge Neto (foto) se manifestou agradavelmente surpreso com o pequeno número de problemas enfrentado desde a abertura da pista na quinta-feira. “Todo novo campeonato tem dificuldades no início. Mas, até agora, para nós elas estão abaixo do esperado. E não há categoria estreante que não precise de um período de ajustes. É natural”, comentou Neto, que forma com Ricardo Maurício uma das parcerias mais fortes do Trofeo Línea. “Para os pilotos, que têm uma imagem a zelar, a presença de marcas fortes, como a Fiat, garante a credibilidade do torneio”, acrescentou.

Contemporâneo de Felipe Massa na Fórmula 3000 européia, o catarinense Leonardo Nienkötter interrompeu a aposentadoria para voltar a vestir o macacão na série de turismo do evento apadrinhada pelo piloto da Ferrari. Nienkötter correu pela última vez em 2002, em Spa-Francorchamps. “Estou gostando bastante. Sei que no início nem tudo vai sair 100%, mas já sabíamos que essas primeiras corridas seriam de adaptação”, afirmou. “Acredito que nem eu nem meu irmão Fernando estaremos no primeiro pelotão, mas a briga lá na frente será intensa”, avisou.

Dezenove carros estão inscritos na rodada dupla inaugural, mas os organizadores acreditam que as três vagas restantes serão preenchidas a partir da segunda etapa, programada para o final de julho em Londrina. O Racing Festival, apresentado pelo Banco Santander e Fiat, tem patrocínio da Shell, co-patrocínio da Pirelli e FPT Powertrain Technologies, apoio Magneti Marelli e Rodas Scorro e realização da RM Racing Events.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0