Honda inova com o scooter PCX 150

Considerado uma das motocicletas mais ágeis para a circulação nos centros urbanos, o scooter ganha cada vez mais adeptos, também por ser indicado para principiantes na condução de veículos de duas rodas. E para aumentar as opções para esse público, a Honda inicia em maio as vendas do PCX 150. Maior e mais potente do que o Lead 110, que a marca já comercializa por aqui há algum tempo, o novo scooter incorpora novas tecnologias, que o tornam ainda mais atraente.

Uma das principais novidades tecnológicas é o sistema que desliga o motor quando parado para poupar combustível. O sistema foi batizado pela montadora de “Idling Stop”. O visual do modelo, de estilo europeu, é um outro atrativo principalmente para os mais descolados. Produzido em Manaus (AN), o PCX 150 conta com um propulsor monocilíndrico de 153 cm³ refrigerado a líquido e com comando simples no cabeçote (SOHC). O motor, alimentado por injeção eletrônica, é capaz de gerar 13,6 cv a 8.500 rpm com torque máximo de 1,42 kgf.m a 5.250 rpm.  Segundo a Honda, o scooter, que tem tanque com capacidade para 5,9 litros, é capaz de rodar cerca de 40 quilômetros por litro, além disso, o fabricante garante que a motocicleta é até mesmo mais econômica do que o Lead 110.

Diferencial

O sistema “Idling Stop”, apontado como o principal recurso oferecido para tornar o PCX 150 ainda mais adequado ao anda e para característico dos grandes centro urbanos, é ativado por meio de um dispositivo no manete da mão direita. O inédito sistema faz com que o motor do PCX 150 pare de funcionar após três segundos de inatividade e religando-o em seguida após o primeiro movimento do acelerador. Um sistema já usado em carros como o sofisticado Audi A1.

A Honda também confia no preço do scooter que, a princípio, será de R$ 7.990,00. Com isso, o fabricante espera vender milunidades por mês, apartir de sua chegada nas revendas da marca, estimada para acontecer a parti do dia 20 de maio. Amoto será ofercida nas cores vermelho metálico e branco perolizado.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0