JAC J3 ganha versão flex e mais ‘apimentada’

Modelo de maior sucesso da JAC, o J3 acaba de ganhar uma versão diferenciada do modelo tradicional: a S 1.5 Jet Flex. O visual, mais esportivo, é o que chama atenção para quem o vê do lado de fora. Para o condutor, o interessante está sob o capô, que é o motor 1.5 16V VVT , o mesmo que equipa o sedã J5. Com o propulsor, o hatch apresenta um desempenho mais empolgante. O consumidor também vai se interessar pelo carro por causa de um outro atrativo, que traz vantagens para o bolso. Trata-se da tecnologia flex.

Para receber esta tecnologia, o motor 1.5 foi inteiramente retrabalhado em um trabalho conjunto entre os engenheiros da JAC Motors e da Delphi, tanto no Brasil como na China. O resultado foi a eliminação do tanque de gasolina para partida a frio, um inconveniente que se faz lembrar toda vez que a temperatura ambiente está baixa e o motorista precisa dar a primeira partida no motor do dia.

O primeiro modelo bicombustível da JAC Motors custa R$ 37.490, preço bastante atraente para um carro de boa performance e com excelente gama de itens de série, característica marcante dos modelos da marca chinesa. A lista de equipamentos de série é vasta. Confira alguns deles: vidros elétricos dianteiros e traseiros; desembaçador traseiro; limpador traseiro; retrovisores elétricos; lâmpadas halógenas; faróis com regulagem elétrica de altura; faróis de neblina (dianteira); lanternas de neblina (traseira); airbag duplo; direção hidráulica; ar-condicionado; CD MP3 player com entrada USB; abertura interna da tampa do tanque de combustível; seis alto-falantes, entre outros.

Esportividade

O visual merece ser ressaltado. Por fora, as mudanças são marcantes. Na frente, o J3 Sport impressiona pelos faróis de máscara negra. Já as laterais chamam atenção pelo novo conjunto de rodas de alumínio, com desenho exclusivo para a versão, além de faixas laterais (pretas ou brancas, dependendo da cor da carroceria) que também realçam a linhagem esportiva. Na traseira, a logotipia “J3 S” e “Jet Flex” identificam o novo top de linha da família J3.

Por dentro, as modificações agradam. As soleiras e o conjunto de pedais são de aço inoxidável e as sapatas são inspiradas em verdadeiros modelos de competição. Já a iluminação do painel de instrumentos (cluster e rádio com CD player) perdeu a iluminação indireta azul e recebeu a cor predominantemente vermelha, como convém a um bom esportivo. Os bancos, por sua vez, têm novo revestimento. Por fim, o pomo da alavanca de câmbio é preto (prata no J3 1.4).

Desempenho

Segundo a JAC, o motor 1.5 16V VVT desenvolve 125 cv (gasolina) ou 127 cv (etanol) a 6.000 rpm, com torque máximo de 15,5 kgfm (G) e 15,7 kgfm (E) a 4.000 rpm. A taxa de compressão do motor foi mantida em 10:1. Por se tratar de um carro com massa reduzida, isto é, 1.070 kg, o J3 S 1.5 Jet Flex nasce com um temperamento verdadeiramente esportivo. De 0 a 100 km/h, o modelo precisa de apenas 9,7 segundos. Atinge 197 km/h de velocidade máxima. (Antonio Fornazieri Jr.)


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0