Absoluto, Casagrande é líder do Turismo

timthumb

O grande nome da primeira etapa da temporada 2016 do Brasileiro de Turismo foi Gabriel Casagrande. O piloto da C2 venceu as duas corridas do final de semana, em Curitiba. Mesmo após largar na pole position, Casagrande não teve vida fácil na primeira corrida da etapa, que aconteceu no sábado (05). Perdeu a ponta  logo na largada para Edson Coelho e assim que conseguiu recuperar a posição, as altas temperaturas dos pedais provocaram queimaduras em seus pés. O paranaense teve de lidar com as bolhas para ser o primeiro vencedor da temporada. Edson Coelho e o atual campeão, Márcio Campos, ocuparam o segundo e o terceiro lugar, respectivamente.

“Eu me sinto muito bem. Melhor ainda depois de tudo que passamos. Tive uma situação muito ruim nesta corrida. Meu pé estava literalmente queimando; estou mancando um pouco e é isso o que significa esta equipe: superação”, afirmou Casagrande.

No domingo (06), a situação para o piloto foi mais fácil, mesmo largando na sexta posição, por conta da inversão dos seis primeiros colocados em relação à corrida do sábado, o piloto alcançou a ponta do pelotão logo na primeira curva e não saiu mais até o final da prova. O estreante Pietro Rimbano, da Voxx Racing, que também fez largada espetacular, terminou em segundo lugar, logo à frente do atual campeão Márcio Campos.

“Foi uma manobra ousada na largada. Acho que foi este o grande momento da minha corrida. Realmente facilitou o meu trabalho”, comemorou Casagrande. “Eu sabia que tinha um carro bom e consistente. Claro que tive que cuidar dos pneus, mas foi legal, todo mundo fez o trabalho direitinho”, completou.

A segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo acontece no Velopark, no dia 10 de abril.
Corrida 1:
1) 83 Gabriel Casagrande (C2 Team) – 17 voltas em 26min44s043 (média de 141,0 km/h)
2) 99 Edson Coelho (W2 Racing) – a 1s619
3) 31 Marcio Campos (Motortech Competições) – a 5s510
4) 35 Gabriel Robe (Motortech Competições) – a 13s063
5) 69 Gustavo Myasava (J. Star Racing) – a 13s273
6) 23 Marco Cozzi (C2 Team) – a 14s002
7) 77 Raphael Reis (Hitech Racing) – a 23s168
8 ) 2 Mauri Zacarelli (Nascar Motorsport) – a 33s292
9) 111 Lukas Moraes (RR Racing) – a 34s760
10) 33 Antonio Matiazi (RZ Motorsport) – a 42s396
11) 17 Pietro Rimbano (Voxx Racing) – a 1 volta
12) 79 Adibe Marques (Voxx Racing) – a 4 voltas

NÃO COMPLETARAM
13) 9 Felipe Donato (J. Star Racing) – a 9 voltas
14) 86 Gustavo Frigotto (R K L Motorsports 2) – a 10 voltas
15) 128 Dennis Dirani (W2 Racing) – a 14 voltas
MELHOR VOLTA: Gabriel Casagrande, 1min26s545 (153,7 km/h)
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Corrida 2:
1) 83 Gabriel Casagrande (C2 Team) – 22 voltas em 32min50s717
2) 17 Pietro Rimbano (Voxx Racing) – a 4s086
3) 31 Marcio Campos (Motortech Competições) – a 10s037
4) 23 Marco Cozzi (C2 Team) – a 14s815
5) 69 Gustavo Myasava (J. Star Racing) – a 15s091
6) 99 Edson Coelho (W2 Racing) – a 16s024
7) 111 Lukas Moraes (RR Racing) – a 16s271
8 ) 35 Gabriel Robe (Motortech Competições) – 27s674
9) 2 Mauri Zacarelli (Nascar Motorsport) – 30s649
10) 79 Adibe Marques (Voxx Racing) – 31s186
11) 77 Raphael Reis (Hitech Racing) – 47s073
12) 28 Dennis Dirani (W2 Racing) – 53s610
13) 33 Antonio Matiazi (RZ Motorsport) – 56s855
14) 86 Gustavo Frigotto (R K L Motorsports 2) – a 1 volta
NÃO COMPLETOU
15) 9 Felipe Donato (J. Star Racing) – a 17 voltas
MELHOR VOLTA: Pietro Rimbano, 1min26s188
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Classificação do Campeonato:
1) Gabriel Casagrande – 40 pontos
2) Márcio Campos – 28
3) Edson Coelho – 27
4) Marco Cozzi – 25
5) Gustavo Myasava – 25
6) Pietro Rimbano – 22
7) Gabriel Robe – 19
8 ) Lukas Moraes – 18
9) Raphael Reis – 17
10) Mauri Zacarelli – 17
11) Adibe Marques – 12
12) Antonio Matiazi – 11
13) Dennis Dirani – 5
14) Gustavo Frigotto – 3
15) Felipe Donato – 0


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0