Câmbio automático é tendência no Brasil

320i-gp-dados-tecnicos-03-cambio-automatico-8-marchas

 

De acordo com pesquisa realizada pela WebMotors, a oferta de carros equipados com transmissão automática teve aumento 30,4% no período de um ano no Brasil. Isso se deve ao aumento da exigência dos consumidores, que agora não querem mais os tradicionais modelos de entrada e optam por modelos mais recheados, com ar-condicionado, trio elétrico, direção hidráulica e etc. Outro ponto que pode afetar nesse aumento é a variedade de caixas de transmissão. Hoje, além do câmbio automático, o mercado oferece outras versões, como o câmbio automatizado, encontrado em carros mais simples devido ao menor custo, e o CVT, com relações de marchas continuamente variáveis.

Os dados da pesquisa revelam que, embora a venda de carros com caixa manual ainda seja maior, a tendência é que os câmbios automáticos se tornem cada vez mais procurados pelos consumidores. No mês de outubro de 2014, o número de veículos com esse tipo de transmissão ofertados na WebMotors, site de classificados do setor automotivos, era de 84.192, enquanto em outubro deste ano o número era de 109.850. Se a comparação for mensal também houve aumento, já que em setembro haviam 106.601 unidades, 3.249 a menos que outubro, o que representa três pontos percentuais de diferença.

Ao mesmo tempo em que a oferta por automáticos cresce, a por manuais diminui, mas continua muito superior. Só de setembro para outubro de 2015, a queda na oferta por carros equipados com câmbios manuais foi de 35,5%. Enquanto em setembro o total estava em 1.239.307 unidades, em outubro esse número caiu para 798.743.

Para o gerente de marketing do site, Rafael Constantinou, os câmbios automáticos são o novo diferencial dos veículos, assim como já foi o ar-condicionado e a direção hidráulica.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0