Coluna “Andando de Carro” 26.06.2020

Novos Strada, Nivus e Arrizo 6 agitam semana de lançamentos

 

Antônio Fraga | Especial para ACidade ON
26/6/2020
A semana foi marcada por três grandes lançamentos: Fiat Strada, Volkswagen Nivus e Caoa Chery Arrizo 6 (Foto: Divulgação)
Líder de vendas do segmento nos últimos 20 anos, nova Fiat Strada chega por R$ 63.590 (Foto: Divulgação)

Muito melhor 

A nova geração da Fiat Strada já está nos concessionários, totalmente renovada, com mais tecnologia e itens de segurança. São três versões, Endurance, Freedom e Volcano, e com a opção de cabines simples ou dupla. Entre as novidades, a cabine simples, batizada de Plus, ganhou maior volume de carga, a cabine dupla conta agora com quatro portas e tem capacidade para cinco passageiros e há, ainda, a nova central multimídia Uconnect 7″.

No design, a nova linha recebeu elementos da picape Toro. Ganhou a frente elevada, com destaque para os faróis de LED afilados com luzes DRL (Daytime Running Light), capô vincado, grade imponente com o logo script da marca no centro e a nova identidade visual dos carros da Fiat. Nas laterais, chamam a atenção as grandes caixas de rodas quadradas e na traseira, destaque para o desenho das lanternas.

Produzida na plataforma MPP, exclusiva para a nova picape, conta com nova suspensão na dianteira e na traseira para oferecer mais conforto e melhor dirigibilidade. O novo posicionamento da suspensão traseira permitiu maior vão de carga na caçamba. São 844 litros na cabine dupla e 1.354 litros na Cabine Plus. A capacidade de carga varia de 650 kg na versão para cinco ocupantes para até 720 kg na configuração de entrada.

A movimentação de carga agora é facilitada pela tampa traseira, que teve seu peso de manuseio amortecido em 60% por um novo sistema de mola, já que suporta cargas de até 400 kg. Entre as melhorias também está a maior altura do solo (de até 214 mm), o ângulo de entrada de até 24º, o de saída de obstáculos de até 28º e o diâmetro de giro de 10,7m.

Todas as versões da Strada são equipadas de série com controle de estabilidade, assistente de partida em rampa e controle de tração avançado E-Locker (TC+), que transfere mais torque para a roda com maior aderência.
As versões de entrada, Endurance, são equipadas com o motor 1.4 Fire que desenvolve 88 cv de potência máxima com etanol e 85 cv com gasolina, ambas a 5.750 rpm. O torque é de 12,4 kgfm com gasolina e 12,5 kgfm com etanol, ambos a 3.500 rpm.

A partir da versão Freedom, a nova Strada dispõe de direção com assistência elétrica, sensor de pressão dos pneus, volante multifuncional, retrovisores elétricos, quadro 3,5″ de TFT, capota marítima e, entre outros itens, rodas de liga leve, impulsionadas pelo moderno motor 1.3 Firefly de quatro cilindros, com 109 cavalos de potência a 6.250 rpm e 14,2 kgfm de torque (etanol); com gasolina, são 101 cavalos a 6.000 rpm e torque de 13,7 kgfm a 3.500 rpm. Um nova geração de motores turbo chegará em breve.

Conta, ainda, com a nova central multimídia Uconnect 7″, com recursos sofisticados como Apple CarPlay e Android Auto com projeção sem fio (wireless). É possível parear até dois smartphones. O sistema foi desenvolvido pela FCA no Brasil tem funções como navegação via Waze e Google Maps; música (Streaming | MP3); reconhecimento de voz (Siri | Google Voice); leitura e resposta de mensagem “handsfree” para SMS e WhatsApp, por exemplo; e integração com calendário.

A versão topo de linha Volcano traz também vidros traseiros elétricos, bancos em couro/tecido, câmera de ré, volante em couro, faróis em LED, sensor de estacionamento, capota marítima, barras longitudinais no teto e de proteção (santantônio), além dos pneus 205/60 R15 ATR. Como opcional, o cliente pode optar pelas rodas de liga leve de 16 polegadas (pneus 205/55 R16). Há, ainda, mais de 50 itens originais Mopar para a personalização da Nova Strada. A garantia passa a ser de 3 anos podendo optar pela Garantia Adicional Fiat de até 5 anos de cobertura.

Preços:
Endurance Cabine Plus 1.4 Fire MT5 – R$ 63.590
Endurance Cabine Dupla 1.4 Fire MT5 – R$ 74.990
Freedom Cabine Plus 1.3 Firefly MT5 – R$ 69.490
Freedom Cabine Dupla 1.3 Firefly MT5 – R$ 77.990
Volcano Cabine Dupla 1.3 Firefly MT5 – R$ R$ 79.990

A nova Fiat Strada ganha a opção de quatro portas e capacidade para até cinco passageiros (Foto: Divulgação)
As linhas do novo Volkswagen Nivus são muito bonitas e elegantes (Foto: Divulgação)

Belo design 

Embora o novo modelo da VW, o Nivus, chegue aos concessionários a partir de agosto, a pré-venda teve início na última quinta-feira (25/06). São duas versões Comfortline, por R$ 85.890, e a topo de linha Highline por R$ 98.290, ambas equipadas com o conhecido motor 200 TSI e o câmbio automático de seis velocidades.

“O Nivus é o coração da nova Volkswagen. Daqui do Brasil, projetamos um carro global, para fazer sucesso nos mercados mais competitivos do mundo”, destaca Pablo Di Si, Presidente e CEO da Volkswagen América Latina. “Por isso, a chegada às concessionárias no Brasil, programada para o início de agosto, é motivo de orgulho e otimismo para todos nós”, completa.

Além do motor 200 TSI e da transmissão automática de seis marchas, o Nivus traz de série em todas as configurações direção com assistência elétrica, seis airbags (dois frontais, dois laterais e dois de cortina), auxílio de partida em rampa (Hill Hold Control), controle eletrônico de estabilidade (ESC) e de tração (ASR), faróis de LED com função Coming & Leaving home e DRL em LED integrado, lanternas traseiras de LED, câmera de ré, volante multifuncional, ISOFIX e top tether para fixação de cadeirinha infantil, sensor de estacionamento traseiro (Park Pilot), freios a disco nas quatro rodas, espelhos retrovisores externos eletricamente ajustáveis com função tiltdown no lado direito, saídas traseiras do ar-condicionado e USB para passageiros do banco traseiro, entre muitos outros equipamentos.

A versão topo de linha Highline traz de série o controle de cruzeiro adaptativo ACC (Adaptive Cruise Control), um item exclusivo nessa classe de veículo no Brasil. Também é equipado com sistemas de frenagem autônoma de emergência AEB (City Emergency Brake), Front Assist, Post Collision Brake, ar-condicionado com controle eletrônico de temperatura Climatronic, faróis de neblina em LED com função Cornering Light, revestimento dos bancos com revestimento sintético Native, rodas de liga leve de 17 polegadas, sensores de chuva e crepuscular, sensores de estacionamento traseiros e dianteiros (Park Pilot), detector de fadiga, sistema KESSY (acesso ao veículo sem o uso da chave e botão para partida do motor), entrada USB no console central dianteiro e novo volante multifuncional revestido em couro e com shift-paddles.

A Volkswagen está apostando na conectividade. A central multimídia VW Play tem vários aplicativos em uma tela de 10 polegadas. O VW Play está disponível também como opcional para a versão Comfortline, que vem de série com o sistema de infotainment Composition Touch, em tela de 6,5 polegadas. O pacote VW Play & Tech, que além da moderna central de infotainment, agrega também o ACC, sistema de frenagem autônoma de emergência (AEB), monitoramento frontal e volante multifuncional revestido em couro com shift-paddle custa R$ 3.520.

Para celebrar a estreia mundial do Nivus, a Volkswagen preparou uma série especial, a Launching edition. Baseada na versão topo de linha Highline 200 TSI, o modelo vem nas cores Vermelho Sunset ou Cinza Moonstone, com teto e espelhos retrovisores em Preto Ninja, logotipos externos em preto brilhante e belíssimas rodas de liga leve de 17 polegadas Cassino Dark com acabamento diamantado. A diferença fica por conta dos apliques laterais e do para-choque traseiro, e rack de teto, que na opção vermelho Sunset são em chrome effect e prata, respectivamente, e na versão cinza Moonstone assume as cores preto Ninja e preto.

As duas versões são equipadas com o motor 200 TSI Total Flex (família EA211) com turbocompressor e injeção direta de combustível, e gera até 128 cavalos (94 kW) de potência e torque de 20,4 kgfm (200 Nm) já a partir de 2.000 rpm. De acordo com a VW, com relação ao consumo de combustível, o Nivus obteve 10,7 km/l (gasolina) e 7,7 km/l (etanol) no ciclo urbano, enquanto no rodoviário os dados foram de 13,2 km/l (gasolina) e 9,4 km/l (etanol).

O design sofisticado deixa o Volkswagen Nivus com aparência de nível superior (Foto: Divulgação)
O Caoa Chery Arrizo 6 é produzido no Brasil e tem motorização 1,5 litro turbo (Foto: Divulgação)

Design moderno 

O novo sedan chega com uma proposta de ser mais uma opção ao segmento que, no último ano, foi responsável por cerca de 25% dos emplacamentos no país. Produzido na unidade fabril de Jacareí (SP), o Arrizo 6 começa a ser vendido na primeira quinzena de julho. Entre vários, um dos destaques é o porta-malas de 570 litros, o maior do mercado. O modelo conta com valor especial de lançamento de R$ 98.400,00 já na versão 2021.

O Arrizo 6 será comercializado em versão única e extremamente completa, GSX, com design extremamente atraente e um conjunto de powertrain com motor 1.5 Turbo Flex e transmissão CVT de 9 velocidades, totalmente adaptada ao modo de dirigir do brasileiro, com relações de torque que favorecem uma direção mais ágil, confortável e com respostas rápidas.

Além da aplicação da tecnologia Flex, todos os sistemas do veículo também tiveram atenção especial da engenharia local, que levou cerca de nove meses, desde o período de testes até o lançamento, para ser desenvolvido no Brasil, marcando uma nova fase da Caoa Chery no mercado automotivo nacional.

O Arrizo 6 tem no design um dos seus diferenciais. Elegante e arrojado, o veículo agrega o conceito de “sedan fastback”, tendência no segmento e que traz ao visual do modelo uma característica mais elegante e menos conservadora, graças à forma como a linha do teto se liga à tampa do porta-malas. Essa particularidade possibilita ainda que o Arrizo 6 tenha uma ótima eficiência aerodinâmica, com coeficiente de arrasto (Cx) de 0,28.

Na parte frontal, linhas que formam um amplo “X” são responsáveis pelo impacto visual surpreendente do modelo à primeira vista, juntamente com a grade cheia de personalidade, a moldura cromada e o desenho dos faróis. Já na traseira, as lanternas que invadem o porta-malas, ligadas por uma barra cromada, se harmonizam com as linhas elegantes e marcantes do modelo.

Por dentro, tem o seu interior inspirado no estilo alemão de design Bauhaus, que reflete tecnologia e conforto. O modelo conta com grandes telas que se integram em um desenho único, permitindo aos ocupantes dianteiros do veículo ter acesso de maneira rápida, fácil e intuitiva às informações do carro.

O quadro de instrumentos tem design amigável e tela LCD de 7 polegadas, que se une de maneira harmônica com o multimídia de 9 polegadas, também colorido, e com navegação simples e dinâmica. Os elementos ainda estão integrados ao console de controle do ar-condicionado touchscreen, que segue o mesmo estilo presente em todo o interior.

Bancos, volante e detalhes dos painéis dianteiros e de portas são revestidos com material de boa qualidade.

No Brasil, o compartilhamento da plataforma M1X permitiu que o Arrizo 6 adotasse o powertrain composto pelo motor 1.5 Turbo Flex e a transmissão CVT, que simula nove velocidades. O Arrizo 6 tem potência máxima de 150 cavalos quando abastecido com etanol e 147 cavalos com gasolina. O torque máximo de 21,4 Kgfm.

O novo Arrizo 6 tem linhas modernas e chega para brigar com o Corolla, Civic, Cruze e Virtus (Foto: Divulgação)
A Mitsubishi L200 Triton Outdoor com mais tecnologia, ganha pequenas alterações estéticas (Foto: Divulgação)

Linha única 

Depois do recente lançamento do luxuoso Pajero Sport, a Mitsubishi está colocando no mercado a L200 Triton Outdoor com algumas mudanças. Mas não é só: desta vez, o nome Outdoor passa a batizar todas as versões da L200 Triton. O modelo tem, e fica mais destacada neste modelo, a vocação para o mundo 4X4.

Por fora, o aspecto da picape é marcado principalmente pelo para-choque de impulsão com skid plate integrado, item de série em todas as versões. Suas rodas de até 17 polegadas são calçadas com pneus para todos os tipos de terreno.

O veículo também é equipado de série com protetor de caçamba X-Line com design exclusivo. Produzido em poliuréia, o revestimento oferece uma superfície rígida e resistente, com selagem hermética e impermeável, que evita corrosão, além de ser resistente a riscos e também antiderrapante. Já a capota marítima de série na versão HPE-S também pode ser adquirida como acessório e completa a proteção de toda a carga transportada no compartimento.

A capacidade de carga útil da picape é de até 1.055 kg, número que pode ser consideravelmente ampliado pela capacidade máxima de reboque, que é de até 2.300 kg.

Para facilitar, seis ganchos estrategicamente posicionados na caçamba facilitam a acomodação dos materiais. Para completar o visual, o brake light está integrado à tampa traseira.

Todas as versões da L200 Triton Outdoor são equipadas com o motor 2,4 litros, turbo diesel, com 190 cavalos e 43,9 kgf.m de torque. As versões GLS, HPE e HPS-E contam com câmbio automático de cinco velocidades com opção de trocas manuais pelos Paddle Shifters localizados na coluna de direção.

L200 Triton GLX Outdoor R$ 149.990
L200 Triton GLS Outdoor Automática R$ 162.990
L200 Triton HPE Outdoor Automática R$ 183.990
L200 Triton HPE-S Outdoor Automática R$ 203.990

O VW Arteon, assim como o antigo Passat CC, é um coupê muito sofisticado (Foto: Divulgação)

Muito requinte 

A Volkswagen apresentou na Europa a atualização do Arteon. O modelo mais luxuoso da marca alemã foi mostrado em 2017. O novo modelo teve mudanças na grade, para-choques e faróis. Com 4,87 m de comprimento, tem três versões.

As motorizações são várias: três motores de dois litros a gasolina, com 190, 280 e 320 cavalos; dois a diesel de dois litros com 150 e 190 cavalos. Há também a versão híbrida Plug-In, que conta com dois motores, que desenvolvem 218 cavalos. Só no elétrico é possível andar até 60 quilômetros. A transmissão automática é de sete velocidades, de embraiagem dupla (DSG). Na verão esportiva, a “R”, tem motor com 320 cavalos e 420 Nm de torque, tração nas quatro rodas, rodas de 20 polegadas, escapamento esportivo e suspensão mais dura.

Com o Audi e-tron Sportback, a marca alemã amplia a sua gama de veículos elétricos (Foto: Divulgação)

Mais um 

A marca alemã Audi tem o desejo de se tornar líder em veículos elétricos com relação aos principais concorrentes, a Mercedes-Benz e a BMW. E para isso está lançando vários modelos elétricos.

Agora foi o e-tron Sportback, tendo com base, obviamente, o e-tron que foi lançado no ano passado, que tem a carroceria mais esportiva e lembra muito um coupê. O Audi e-tron Sportback tem um motor elétrico em cada eixo, ou seja, tração nas quatro rodas.

Coisa feia 

A frota circulante brasileira envelhece ininterruptamente desde 2014. No ano passado, a idade média chegou a 9 anos e 8 meses, segundo levantamento do Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças). Nesses seis anos, os veículos ficaram 1 ano e 2 meses mais velhos. “Cerca de 17% da frota tem entre 16 e 25 anos”, destaca Elias Mufarej, diretor da entidade.

Os caminhões, especificamente, tinham cerca de 11 anos e 7 meses de idade em 2019, bem mais que em 2014, de 9 anos e 7 meses. Uma das possibilidades de reversão da curva de envelhecimento da frota, segundo Mufarej, é o aumento das vendas de veículos novos, que depende do comportamento da demanda pós-pandemia. Outra é o estabelecimento de políticas públicas que estimulem a renovação da frota, inicialmente de veículos comerciais.

No ano passado, circularam por ruas e estradas brasileiras 45,9 milhões de veículos, 2,5% mais que no ano anterior. A frota de motocicletas, de 13 milhões, foi 0,2% menor. As cinco maiores concentrações por Estado foram São Paulo, 30% do total; Minas Gerais, 12,6%; Paraná, 7,6%; Rio de Janeiro, 7,4%; e Rio Grande do Sul, 6,7%.

O levantamento do Sindipeças é feito desde o início dos anos 60, baseado na venda de veículos no mercado interno. Informações detalhadas por segmento, marca, modelo, motorização, país de origem e ano de fabricação estão disponíveis num sistema desenvolvido e atualizado desde 1997. São dados utilizados principalmente por fabricantes que fornecem peças para o mercado de reposição.

A campanha Sorte Acelerada sorteará um carro e beneficiará 31 instituições na luta contra o câncer (Foto: Divulgação)

Vamos ajudar 

“Uma grande oportunidade em um momento em que mais precisamos de ajuda para dar continuidade aos trabalhos e mantermos nossas crianças com câncer em tratamento.” O depoimento é de Socorro Shibuya, gerente executiva da Associação Peter Pan, umas das 31 instituições que serão beneficiadas com a campanha “Sorte Acelerada”, lançada em abril deste ano para arrecadar recursos e ajudar a aumentar as chances de cura do câncer infanto juvenil no Brasil. A ação é uma parceria entre Instituto Ronald McDonald e Hyundai Motor Brasil e sorteará um carro, no dia 9 de setembro, pela Loteria Federal.

Com o desafio de vender 500 mil cupons no valor de R$ 10,00 cada, a campanha é mais um caminho para arrecadar recursos que serão investidos na causa da oncologia pediátrica do país. Os interessados podem adquirir seus cupons sem sair de casa, por meio do site http://www.sorteacelerada.org.br/compraonline.

A primeira Harley-Davidson com transmissão por correia dentada foi a Sturgis FXB 1980 (Foto: Divulgação)

A correia de transmissão de uma motocicleta Harley-Davidson pode durar muito tempo sem a necessidade de ser substituída. De maneira geral, se bem cuidada, pode ser utilizada por até 160 mil quilômetros. Mas precisa de manutenção.

O modelo Sturgis FXB 1980 foi a primeira motocicleta da Harley-Davidson equipada com uma correia de transmissão moderna. Diferentemente da corrente que, eventualmente, veio a ser substituída na linha de modelos Harley, uma correia de transmissão não precisa ser limpa e lubrificada. O equipamento pode parecer quase delicado, mas os cabos tensionados de fibra de carbono super-reforçados no seu interior o tornam muito forte e resistente ao estiramento.

Além das instruções do Manual do Proprietário, que alertam sobre a necessidade de inspecionar regularmente as condições da correia de transmissão antes de pilotar, o cronograma de manutenção de todos os modelos de motocicletas Harley-Davidson requer uma inspeção e verificação da tensão da peça após os primeiros 1.600 km e a cada 8.000 km.

Se a tensão estiver fraca demais, a correia pode se “precipitar” ou pular um dente durante a aceleração ou desaceleração, e esse tipo de estresse pode começar a empurrar o dente para fora. Já o excesso de tensão pode acarretar um desgaste precoce do rolamento do eixo de saída da transmissão.
Uma causa comum de danos da peça é uma pedra se alojar dentro dela quando ela passa pela roda dentada.

Ao inspecionar a correia, procure detritos presos nos dentes e danos à correia, que podem tomar a forma de um furo ou rachadura visíveis na superfície nervurada externa, uma rachadura na base dos dentes ou dentes faltando, ou, ainda, cabos tensionados expostos. Se uma pedra danificar a correia, pode também danificar um dente da roda dentada, e ambas as rodas dentadas devem ser substituídas sempre que for instalada uma correia nova.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0