Coluna “Andando de Carro” 28.08.2020

Mercedes-AMG inicia vendas de seus mais novos esportivos

 

Antônio Fraga | Especial para ACidade ON
28/8/2020
As Mercedes-AMG A 45 S 4Matic+ e CLA 45 S 4Matic+ (Foto: Divulgação)
Mercedes-AMG A 45 S 4Matic+ e CLA 45 S 4Matic+ desembarcam no Brasil (Foto: Divulgação)

Foguetes maravilhosos

Neste mês de agosto as concessionárias Mercedes-AMG receberam dois novos modelos esportivos: A 45 S 4Matic+ e CLA 45 S 4Matic+. Ambos trazem pela primeira vez na família de compactos a grade do radiador específica da AMG. Mas seguem a “cara de tubarão” com os faróis finos alongados com contornos profundos e o capô plano.

Contam, ainda, com o para-choque dianteiro mais largo, com alargamento da caixa de rodas. Mas cada um tem a sua particularidade. O A45 S é mais largo, com aletas horizontais nas entradas de ar externas e a entrada de ar inferior mais alongada. O CLA 45 S tem entradas de ar externas tipo jato e o divisor dianteiro trabalha em harmonia com as cortinas de ar laterais à frente das rodas dianteiras.

Nos dois modelos há as saias laterais mais largas da AMG e os espelhos externos são montados na porta, garantindo um aspecto mais esportivo, mas também garantindo melhora aerodinâmica e de performance. As rodas são AMG de 19 polegadas calçadas em pneus 255/35 R19, pintadas em preto fosco com raios cruzados e forjadas. Vistos de traseira, chamam a atenção os dois tubos de escape duplos redondos e os conjuntos de luzes traseiras de duas peças. O A 45 S tem o difusor com quatro aletas verticais e o CLA 45 S, quatro aletas individuais.

Os dois esportivos contam com motor 2.0 litros e quatro cilindros, turbo, com uma pressão máxima de carga de 2,1 bar. Pela primeira vez, o novo quatro cilindros possui injeção de combustível em dois estágios. Ao contrário das versões anteriores, o novo motor é girado em torno de seu eixo vertical em 180 graus.

Isso significa que o turbo compressor e o coletor de escape agora estão posicionados na parte traseira do motor, quando vistos por trás. O sistema de admissão é, portanto, posicionado na frente. Esse motor é totalmente montado à mão e para isso foi construída uma linha de produção completamente nova no fabricante de motores AMG, em Affalterbach, na Alemanha.

Por dentro os novos modelos da marca alemã são muito luxuosos e mantêm a esportividade (Foto: Divulgação)

No interior, motorista e passageiro da frente são brindados com assentos esportivos com contornos e com apoio lateral firme, com estofamento com combinação de Artico preto e microfibra Dinamica (material usado na Fórmula 1 para aumentar a aderência), com uma costura dupla em vermelho.

Os cintos de segurança são vermelhos e as saídas de ar cromadas com um anel vermelho. O cliente pode escolher entre os três estilos de exibição AMG “Classic”, “Sport” e “Supersport” para o painel de instrumentos. O modo “Supersport” é particularmente impressionante com um conta-giros central e redondo e informações adicionais apresentadas na forma de barras à esquerda e à direita do conta-giros: com uma perspectiva tridimensional que alcança um fundo artificial no horizonte.

Os modelos Mercedes-AMG A 45 S 4MATIC+ e Mercedes-AMG CLA 45 S 4MATIC+ têm preços sugeridos de R$ 434.900 e R$ 458.900, respectivamente.

O Porsche Panamera é um modelo de luxo e familiar, mas com desempenho de superesportivo (Foto: Divulgação)

Cada vez melhor

Lançado para ser um misto de carro esportivo e um carro familiar luxuoso, o Porsche Panamera ganha duas novas gerações: Turbo S e Panamera 4S E-Hybrid. Em comparação com os modelos híbridos anteriores, o 4SE-Hiybrid teve a autonomia elétrica elevada em até 30%. Tanto o conforto como a esportividade ganharam muito com os aperfeiçoamentos dos componentes do chassi e sistemas de controle, combinados a uma nova geração de sistema de direção e pneus.

O 4S E-Hybrid com bateria de 17,9 kWh tem alcance de até 54 quilômetros só com a motorização elétrica. Juntando os dois motores, o A elétrico de 100 kW (136 cv) e o à combustão de 2,9 litros litros, V6, biturbo com 440 cavalos, gera uma potência de 560 cavalos e um torque máximo de 750 Nm. Com esses números, o novo Panamera 4S E-Hybrid acelera de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos e atinge a máxima de 298 km/h.

Já o Panamera Turbo S conta com um motor de V8 à combustão, biturbo, de 4 litros, todo renovado, que oferece ao motorista uma potência de 630 cavalos e torque de 820 Nm. Isso significa 80 cavalos a mais de potência e 50 Nm mais torque que o modelo anterior. Agora a velocidade máxima é de 315 km/h e a aceleração de 0 a 100 km/h em 3,1 segundos.

As agressivas Transit Custom e Connect MS-RT foram desenvolvidas por especialistas em rali (Foto: Divulgação)

Van esportiva

Já pensou estar andando na estrada tranquilamente e passar uma bela van “voando” por você? Pois é, a Ford na Europa lançou uma linha de vans destinadas ao lazer. Há várias décadas a Ford é a líder de vendas no mercado europeu de veículos de utilitários com o Transit. Esse modelo chegou a ser importado para o Brasil com relativo sucesso, mas a Ford nacional não se interessou em continuar trazendo.

O modelo chega agora em duas versões: uma versão para acampamento com teto inclinável e modelos com visual inspirado em ralis.

A nova Transit com teto inclinado, Custom Nugget Plus, é classificada como um “loft sobre rodas”. Ela é derivada da versão campeira Nugget, que foi lançada inicialmente na Alemanha e chegou a outros mercados da Europa em 2019. Este ano, a Ford prevê triplicar as suas vendas em relação a 2018.

Desenvolvida em parceria com especialistas, ela tem motor diesel Ford 2.0 EcoBlue, de 130 ou 185 cavalos, e recursos avançados de assistência e conectividade, incluindo modem com wi-fi. Com chassi extra longo e exclusivo design interno em L, é equipada com copa, cozinha, banheiro, pia e armários, além de sala que pode ser revertida em bancos para três pessoas, com ganchos Isofix para crianças. Ventiladores, luzes de leitura de LED, cortinas nas janelas e dois tanques de água com capacidade de 84 litros são outros itens.

O teto mais baixo da van facilita a passagem sob árvores e pontes e o acesso aos compartimentos internos. Quando aberto, ele cria um espaço de até 2,4 metros de altura para o dormitório com cama dupla dobrável. Feito de composto e isolado com espuma para manter o conforto térmico, é leve para ser movimentado manualmente e tem coberturas laterais dobráveis para proteção contra o tempo. Pode também receber rack para transportar equipamentos.

As belas e agressivas Transit Custom e Transit Connect MS-RT foram desenvolvidas por especialistas da M-Sport, parceira da Ford no Campeonato Mundial de Rali, para clientes de vans que querem se destacar da multidão, mantendo a conhecida robustez e praticidade da Transit.

Além das cores vibrantes, elas trazem frente e grade redesenhadas com novas entradas de ar, difusores e faróis de neblina integrados, rodas de alumínio de 18 polegadas com arcos pronunciados e saias laterais. A traseira conta com elemento difusor, spoiler no teto e ponteiras duplas de escapamento.

Há também adesivos de personalização como opcionais. O interior traz bancos de couro e camurça costurados à mão, volante com apliques de fibra de carbono e mostradores e tapetes com a grife MS-RT.

A Transit Custom vem com motor diesel 2.0 EcoBlue de 185 cavalos e transmissão de seis velocidades manual ou automática.

A Mitsubishi L200 Triton Sport ganha novas linhas e mais tecnologia e conforto (Foto: Divulgação)

Picape de luxo

Aos poucos a Mitsubishi brasileira vai renovando seu portfolio. Esta semana a marca apresentou a nova geração da picape L200 Triton Sport. O modelo se une à linha L200 Triton Outdoor. O modelo Sport tem a finalidade de juntar as vantagens de uma picape com o luxo de um SUV.

A nova L200 Triton Sport 2021 traz novidades no design, que foi redesenhado e ganha a nova identidade da marca: o conceito Advanced Dynamic Shield. Esse conceito já está na Pajero e Eclipse Cross. Por meio dele, a picape recebeu um visual mais robusto e esportivo.

A grade é na cor alumínio, acompanhando as molduras do para-choque em cromado no formato de bumerangue. O capô tem vincos pronunciados e está mais elevado, o que transmite a sensação de uma picape maior e mais impotente, mas não prejudica a condução mesmo em condições urbanas, com trânsito mais pesado ou mesmo em trilhas estreitas.

O novo conjunto óptico conta com faróis mais afilados e um visual muito mais moderno. As versões HPE e HPE-S são equipadas com faróis de neblina que ocupam um generoso nicho, para uma capacidade ainda maior de iluminação.

Já a versão topo de linha HPE-S traz faróis bi-led com DRL integrado, ajuste de altura e lavador, perfeito para viagens noturnas ou situações de off road pesado com muita lama e poeira.

As mudanças da nova Triton Sport também estão na traseira. O para-choque é novo. As lanternas traseiras foram totalmente redesenhadas e são de LED na versão HPE-S. O brake light foi integrado na tampa.

A picape também conta com rodas maiores em relação ao modelo anterior, agora com 18 polegadas, equipadas de série com pneus 265/60. A versão topo de linha HPE-S traz rodas em design e acabamento exclusivo para um visual ainda mais premium.

O sistema de entretenimento colocado no painel central é da marca JBL, com tela sensível ao toque de 7 polegadas e sistema multimídia que pode ser totalmente integrado aos smartphones do mercado por meio das tecnologias Apple CarPlay e Android Auto.

O painel de instrumentos do motorista também traz novo visual e conta agora com display colorido que exibe inúmeras informações do computador de bordo.

O motor que equipa todas as versões é o 2,4 litros, turbodiesel, de quatro cilindros, que desenvolve 190 cavalos de potência e torque de 43,9 kgfm. A transmissão automática de seis velocidades foi recalibrada e tem a opção das trocas sequenciais por meio de paddle shifters no volante.

L200 Triton Sport GLS AT R$ 188.990
L200 Triton Sport HPE R$ 212.990
L200 Triton Sport HPE-S R$ 232.990

Com linhas muito esquisitas, o Zetta tem capacidade para quatro passageiros (Foto: Divulgação)

Ver pra crer

Os russos querem, ainda este ano, lançar um modelo elétrico, o Zetta (Zero Emission Terra Transport Asset), em todo o mundo por apenas R$ 36 mil.

A grande dificuldade é o custo das baterias, mas eles prometem que ainda este ano começam a produção em massa. O pequeno modelo será o primeiro elétrico acessível. Com três metros de comprimento, o Zetta é menor que um Smart, segundo a fabricante, acomoda até quatro passageiros. Os motores estão acoplados diretamente às rodas e produzem uma potência máxima de 72,4 kw (97 cavalos). A velocidade máxima é de 120 km/h e a autonomia de 200 quilômetros.

O modelo conta com recursos e apoio do governo russo e segundo o ministro da Indústria e Comércio daquele país, Denis Manturov, apesar do atraso por conta da pandemia, o modelo estará em produção até o final do ano.

O Renault Espace é líder entre os monovolumes na Europa e resiste bravamente aos SUV (Foto: Divulgação)

Muito competente

No mercado europeu, a Renault Espace domina há muitos anos o segmento de monovolumes de até sete lugares. Agora, a marca francesa lança a nova geração do modelo, que resiste bravamente à invasão dos SUV. O carro familiar ganha a “cara” dos demais modelos novos da Renault em todo o mundo, com faróis led Matrix Vision, faróis auxiliares também em led e novos para-choques.. Por dentro, além do bom acabamento, muita tecnologia, com tela de 9,3 polegadas no meio do painel e instrumentos digitais.

Sem dúvida, esse modelo faria muito sucesso por aqui.

A marca de luxo Lexus comemora a marca de 5 milhões de SUVs vendidos em todo o mundo (Foto: Divulgação)

Mérito total

A Lexus, marca premium da Toyota, está comemorando os 5 milhões de SUVs vendidos em todo o mundo. A empresa tem o mérito de ter apostado no segmento, principalmente nos EUA, muito antes da febre que virou. A Lexus foi criada nos Estados Unidos em 1989 e lançou o primeiro SUV em 1996, o LX. Dois anos após, chegou o modelo RX e posteriormente o GX, NX e o pequeno UX. Quase 70% dos modelos produzidos pela marca são SUV.

Muito bonito e charmoso, o Fiat 500 elétrico é um sucesso na Itália (Foto: Divulgação)

Belo e eficiente

Como já havíamos noticiado aqui antes do lançamento, a FCA está vendendo o Fiat 500 elétrico desde julho deste ano. O modelo La Prima (o primeiro) virou uma febre na Itália e esgotou toda a produção inicial em poucos dias. Além de muito bonito e com muita tecnologia, o 500 no teto panorâmico é um charme a mais. Segundo a marca, o modelo tem autonomia de até 320 quilômetros no ciclo estrada/cidade e de 458 na cidade, quando com a bateria carregada em 100%. Para atingir 80% da carga são necessários 35 minutos com o carro ligado num dos pontos de carregamento.

Para marcar o lançamento, o CEO e presidente do grupo FCA, Olivier François, fará uma viagem com o modelo da fábrica Mirafiori, onde desde 1939 são produzidos diversos modelos da marca italiana, inclusive o 500, até Monte dei Cappuccini, às margens do rio Pó, com suas vistas deslumbrantes do local e dos Alpes. Um lugar incrível para admirar o céu azul.

“Desde o fim do isolamento social na Europa, todos aprendemos a valorizar ainda mais a vida ao ar livre e a preciosidade do ambiente ao nosso redor”, continuou o executivo. “Preservar o meio ambiente também depende de nós.”

Enquanto o modelo não desembarca por aqui, acompanhe o início desta maravilhosa aventura do CEO Olivier François no vídeo abaixo:

Um sonho para qualquer motorista é nunca ter um pneu furado (Foto: Divulgação)

Fim dos furos

Nem bem os pneus run flat começam a se popularizar, a indústria já trabalha numa outra evolução. Os pneus run flat podem percorrer, após um furo, uma certa distância até chegar a um local seguro para realizar a troca pelo estepe. Os novos pneus não precisam de ar, nem furam.

A Bridgestone, a primeira a falar da tecnologia, diz que está preparada para colocar os novos pneus à venda em 2020. A primeira grande frota que receberia esses pneus era a das bicicletas que estariam este ano à disposição dos atletas e organizadores dos Jogos Olímpicos, em Tóquio. Mas com a pandemia, os jogos foram cancelados.

Sinais da crise

Toda a indústria automotiva nacional sentiu muito a crise provocada pela pandemia. A Volkswagen, por exemplo, vai reduzir em 35% o número de funcionários nas suas quatro fábricas: São Bernardo do Campo, São Carlos e Taubaté, em São Paulo e São José dos Pinhais, no Paraná. As 5 mil demissões deverão ser entre os mensalistas, horistas e trabalhadores terceirizados.

A Triumph Trident é uma roadster que chegará ao mercado europeu no próximo ano (Foto: Divulgação)

A Triumph revelou o protótipo da nova Trident, que chegará ao mercado europeu no primeiro semestre de 2021, mas não tem data para desembarcar no Brasil. A nova motocicleta promete ser uma inovação entre os modelos roadsters de médio porte. A Trident demorou quatro anos para ser desenvolvida. Concebida e desenvolvida na fábrica da Inglaterra, a Trident contou com o trabalho do renomado designer italiano Rodolfo Frascoli. O projeto Trident concentrou-se em criar a motocicleta completa para a pilotagem perfeita.

A BMW S 1000 RR com pacote M é uma superesportiva muito potente e leve (Foto: Divulgação) 

Superesportiva  E por falar em motocicleta, chega ao mercado nacional a BMW S 1000 RR com o pacote M, que custará R$ 118.750 e começará a ser vendida a partir de 21 de setembro. Terceira geração da S 1000 RR, a versão oferece uma relação peso x potência muito boa, pois a RR M pesa 193,5 quilos (devido às novas rodas em fibra de carbono e nova bateria de lítio, conseguiram reduzir o peso em dois quilos), pintura exclusiva, bancos esportivos M e kit chassi M com opção de ajuste da balança e amortecedor traseiro. A nova motocicleta superesportiva conta ainda com auxílio de sofisticados sistemas eletrônicos de assistência à pilotagem.

O Kia Bongo é um VUC com grande agilidade para entregas nos grandes centros urbanos (Foto: Divulgação)

Bom para a cidade

E o caminhão leve Kia Bongo ganha uma nova geração com diversos itens de segurança para atender às novas legislações brasileiras de segurança veicular. O Bongo ganhou cinto de três pontos e encosto de cabeça ao ocupante do meio do veículo.

O Bongo K2500 possui motor 2.5 litros turbo diesel intercooler e potência de 130,5 cv a 3.800 rpm. Sua transmissão é manual de seis velocidades. No início do ano o modelo tinha ganhado o ar-condicionado. O preço do Kia Bongo 2021 é de R$ 99.990,00.

A Corrida do Milhão foi disputadíssima e terminou com a vitória de Ricardo Zonta (Foto: Divulgação)

Piloto bilionário O ex-piloto de Fórmula 1 Ricardo Zonta é o mais novo bicampeão da Corrida do Milhão. Na edição de 2020 da prova, que teve caráter solidário, o piloto da RCM venceu com folga. Zonta recebeu a bandeirada com seis segundos de vantagem para Cesar Ramos e saiu da etapa dupla de Interlagos com a liderança isolada.

Na Corrida do Milhão Solidário de 2020, a Stock Car promoveu a doação de R$ 1 milhão em insumos para auxiliar entidades que combatem a pandemia do coronavírus. Mas as doações continuarão até a última etapa da temporada, em dezembro. A próxima corrida da Stock Car acontecerá em setembro e será anunciada em breve, tanto data quanto local.

Globo sem F-1

A Rede Globo já está comunicando a seus patrocinadores que não vai renovar os direitos de transmissão da Fórmula 1 para as próximas temporadas.

O contrato com a Liberty Media, proprietária dos direitos, termina no final deste ano e a contraproposta da emissora não foi aceita. A Fórmula 1 é um dos principais faturamentos da TV Globo. Cada uma das cinco cotas tem o custo de quase R$ 100 milhões anuais.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0