Daimler expandirá rede de produção da MB Automóveis

O Conselho Diretor da Daimler AG decidiu expandir a rede de produção de trens de força da Mercedes-Benz Automóveis. Após aprovação do Conselho Supervisor, está previsto um aumento de capacidade na montagem de transmissões na subsidiária romena da Daimler, a Star Transmission. Para viabilizar a produção de uma nova geração de transmissões automáticas, mais de 280 milhões de euros serão investidos na Romênia. No total, a empresa prevê investir no local mais de 300 milhões de euros.

Andreas Renschler, membro do Conselho Diretor da Daimler para Manufatura e Suprimento da Mercedes-Benz Automóveis e Mercedes-Benz Vans, explica: “a expansão de nossa rede de produção, incluindo uma nova locação para montagem de transmissões, tem como objetivo complementar perfeitamente nossa capacidade já existente. Nossa meta, com isso, é atender à alta demanda de nossos clientes com flexibilidade ainda maior no futuro”. A capacidade adicional será criada tendo em vista a alta utilização da capacidade instalada, assim como a falta de espaço para futura expansão em Stuttgart. “A Star Transmission tem sido uma parceira confiável de nossas instalações de powertrain alemãs por mais de dez anos. Segundo nosso atual status de planejamento e com base em nossa excelente experiência com a Star Transmission, a opção preferencial para prover a capacidade adicional de montagem de forma flexível é expandir as atividades aqui”, esclarece Peter Schabert, chefe da Produção de Powertrain e diretor da fábrica da Mercedes-Benz em Untertürkheim, referindo-se aos planos para a futura rede de produção de transmissões. “Nossa fábrica de transmissões de Stuttgart continuará sendo o centro de produção de transmissões para a Mercedes-Benz Automóveis e atuará como centro de competência desta rede de produção”.

Para Wolfgang Nieke, presidente do Conselho de Trabalhadores da fábrica da Mercedes-Benz em Untertürkheim e Desenvolvimento de Veículos de Passageiros, “a direção da fábrica e o conselho dos trabalhadores concordaram, dois anos atrás, em sediar a produção da nova transmissão automática e um módulo de montagem nas instalações de Stuttgart, Hedelfingen. Desta forma, o Conselho Diretor reafirma seu comprometimento com a produção interna de nossas transmissões. O segundo módulo de montagem, em Sebes, será abastecido por nossa própria produção. A crescente demanda por transmissões garante a utilização em longo prazo de nossa produção desses componentes nas instalações de Stuttgart, Hedelfingen”.

Para permitir a transferência adequada da expertise Suábia, os funcionários romenos passarão por um programa especial de qualificação. Eles passarão vários meses na fábrica de Untertürkheim participando de equipes de qualidade, manutenção e logística, além das áreas de produção.

A subsidiária da Daimler Star Transmission foi fundada em 2001. No momento, a companhia e os cerca de 800 empregados na sede de Cugir produzem componentes para os atuais motores de automóveis da Mercedes-Benz e transmissões, assim como antigas gerações de transmissões para o mercado de peças de reposição. Já foi tomada a decisão de iniciar a produção da transmissão automática de cinco marchas a partir da metade deste ano na nova locação em Sebes, até que ela seja descontinuada. A partir de 2014, a atual geração de transmissões frontais de dupla embreagem também será montada lá. Isto irá garantir capacidade adicional de montagem para complementar a de Stuttgart, onde até agora a montagem estava concentrada. Dependendo do apoio do governo romeno para a expansão da capacidade de produção, está planejado que uma nova geração de transmissões automáticas para automóveis também será produzida na nova rede de manufatura, envolvendo as instalações em Stuttgart (produção integral, incluindo montagem) e Sebes (apenas montagem), a partir de 2016.

A justificativa para esse planejamento é o esperado aumento contínuo da demanda por transmissões de acordo com a estratégia de crescimento Mercedes-Benz 2020. A fábrica de transmissões de Stuttgart, Hedelfingen, que do ponto de vista organizacional faz parte da fábrica-mãe de Untertürkheim, já opera hoje a plena capacidade. Todo o espaço disponível tem sido gradualmente aproveitado nos últimos anos de forma que a locação – graças à sua localização geográfica no alto do vale do Neckar – atingiu o nível máximo possível de expansão. Não há opções significativas para maior expansão das instalações lá existentes.

Ao mesmo tempo, qualquer tipo de expansão de capacidade na Mercedes-Benz Automóveis deverá contribuir também de forma decisiva para aumentar a lucratividade, tendo em vista a acirrada competição global no segmento premium. Esta premissa, naturalmente, também se aplica às transmissões, que são produzidas em casa, em contraste com a prática preferida pela competição. A futura rede de produção de transmissões é planejada para garantir que o número necessário de unidades possa – mesmo no futuro – ser atendido de forma confiável e extremamente flexível de acordo com as expectativas dos consumidores, ao mesmo tempo em que atendendo aos objetivos de custos estabelecidos.

A rede de produção de powertrain da Mercedes-Benz Automóveis consiste de várias locações na Alemanha e está sendo complementada por fábricas internacionais em estreita ligação com a crescente produção dos veículos da Mercedes-Benz, mercados e clientes. A locação central é a fábrica da Mercedes-Benz em Untertürkheim, que produz motores, transmissões e eixos, num total de seis diferentes seções. No último ano fiscal, a Daimler investiu nessa fábrica mais de 900 milhões de euros, na expansão e conversão das seções da operação de trens de força, assim como no lançamento de novos produtos e tecnologias de produção. Como resultado da alta demanda pelos clientes, a empresa criou 350 novas vagas de emprego. A companhia está investindo mais de 800 milhões de euros no local em 2013.

A fábrica da Mercedes-Benz em Berlin produz motores e componentes dos trens de força, enquanto a fábrica da Mercedes-Benz em Hamburgo é responsável pela produção de eixos e vários componentes adicionais. Nossa subsidiária MDC Power, em Kölleda/Turíngia, é outro importante local de produção de motores. Ela recebeu recentemente o prêmio de “Fábrica do Ano”. No tocante a locações internacionais, a subsidiária romena Star Transmission é responsável pela produção de componentes para motores e transmissões, assim como transmissões para reposição. A partir deste ano, a instalação produtora de Beijing, na China (BBAC, uma joint venture entre a Daimler e a parceira chinesa BAIC), começará a produzir motores para abastecer a produção local de automóveis e vans da Mercedes-Benz. Começando em 2014 nos Estados Unidos, a Daimler e a Nissan – como parte da colaboração estratégica entre a Daimler e a Aliança Renault-Nissan – iniciarão a produção conjunta de motores quatro cilindros baseados na tecnologia Mercedes-Benz na fábrica da Nissan em Decherd, Tenessee. Um dos principais clientes desses motores será, no futuro, a produção do Classe C na fábrica da Mercedes-Benz em Tuscaloosa, Alabama.

Sobre a Daimler

A Daimler AG é uma das empresas automotivas mais bem sucedidas do mundo. Com suas divisões Mercedes-Benz Cars, Daimler Trucks, Mercedes-Benz Vans, Daimler Buses e Daimler Financial Services, o Grupo Daimler é um dos maiores produtores de automóveis premium e o maior fabricante do mundo de veículos comerciais com atuação global. A Daimler Financial Services fornece financiamento, leasing, gerenciamento de frotas, seguros e serviços de mobilidade inovadores. Os fundadores da companhia, Gottlieb Daimler e Carl Benz, fizeram história com a invenção do automóvel no ano de 1886. Pioneira na engenharia automotiva, a Daimler continua a desenvolver o futuro da mobilidade: O foco do Grupo está centrado nas tecnologias inovadoras e verdes, assim como em automóveis seguros e de alto nível que atraiam e fascinem seus clientes. Há muitos anos, a Daimler vem investindo continuamente no desenvolvimento de sistemas de propulsão alternativos com o objetivo, em longo prazo, de tornar possível a utilização de veículos sem emissões. Assim, além de veículos com propulsão híbrida, a Daimler hoje tem a mais ampla gama de veículos elétricos movidos por baterias e células de combustível. Este é apenas um exemplo de como a Daimler aceita com entusiasmo o desafio de cumprir sua responsabilidade junto à sociedade e ao meio-ambiente. A Daimler vende seus veículos e serviços em quase todos os países do mundo e possui instalações de produção em cinco continentes. Seu atual portfólio de produtos inclui, além da marca mais valiosa de automóveis premium, a Mercedes-Benz, as marcas smart, Freightliner, Western Star, BharatBenz, Fuso, Setra e Thomas Built Buses. As ações da empresa são negociadas nas bolsas de valores de Frankfurt e Stuttgart (sob a sigla DAI). Em 2012, o Grupo vendeu 2,2 milhões de veículos, empregando uma força de 275.000 pessoas. O faturamento somou € 114,3 bilhões e o EBIT, € 8,6 bilhões.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0