Di Grassi é o novo líder da Fórmula E

268722_555462_02fe_putrajaya2015_5612_web_

Lucas Di Grassi alcançou a liderança da Fórmula E após vencer, na madrugada deste sábado (07), o e-Priex de Putrajaya, pela segunda etapa do campeonato. O piloto da ABT Schaeffler Audi Sport foi, ainda, o segundo colocado na etapa de abertura, na China. O começo da campanha de Lucas é parecido com o desempenho do brasileiro na temporada de 2014, quando foi vencedor da etapa de abertura em Pequim e segundo colocado na Malásia.

O piloto comemorou bastante ao final da corrida e comentou sobre a estratégia utilizada. “Estou muito, muito feliz. A corrida de hoje foi o melhor exemplo de que na Fórmula E o principal não é a velocidade pura, mas também um trabalho perfeito da equipe, estratégia ideal e gerenciamento tanto de energia como de temperatura”.

O maior inimigo dos pilotos na etapa da Malásia foi o calor. Os 40 graus da cidade malaia complicaram a corrida de vários competidores, inclusive Nicolas Prost e o então líder Sébastien Buemi da Renault, que tiveram problemas com a temperatura da bateria de seus veículos. Para lidar com a dificuldade de vencer os rápidos Renault e-Dams, Di Grassi teve que ser bastante estrategista e gerenciar seu equipamento.

O piloto comentou sobre as dificuldades da prova e enfatizou a competência da equipe. “Dava para perceber o quanto estavam difíceis as condições com a quantidade de areia que se acumulou nos meus olhos e no meu carro. Foi uma corrida extremamente dura, determinada pela temperatura das baterias. Felizmente conseguimos gerenciar esta questão melhor do que os outros, e fizemos um trabalho fantástico. A equipe foi perfeita com a estratégia, conseguimos a vitória e agora estamos na liderança do campeonato”, comentou Di Grassi.

Largando da sexta posição, Lucas foi superando seus adversários até assumir a ponta, pouco depois da rodada de pit stops, ao ultrapassar o Aguri do português Antonio Félix da Costa e o Renault de Prost, que sofria com a temperatura da bateria que fazia com que seu carro entrasse em modo de segurança. Loïc Duval até chegou a se aproximar do brasileiro, mas com um toque no muro não representou mais uma ameaça e Di Grassi cruzou a linha de chegada com quase 14 segundos de vantagem para Sam Bird, da DS Virgin, o segundo colocado.

Lucas destacou a importância da vitória e a vontade de brigar pelas primeiras colocações. “Fizemos tudo certo, o que merece uma boa festa. No entanto, não vamos descansar sobre os louros desta vitória: estamos indo na direção certa, mas queremos ser ainda melhores para nos manter brigando na frente”.

O piloto lidera a disputa com 43 pontos, contra 35 de Buemi, que apesar do abandono deste sábado, fez a pole position e ainda conseguiu marcar a volta mais rápida, garantindo mais três pontos.

Agora, a Fórmula E faz um intervalo de um mês e meio para a longa viagem da Ásia à América do Sul para a terceira etapa da temporada, no e-Prix de Punta del Este, no Uruguai, que acontece no dia 19 de dezembro.

 

Resultado do e-Prix de Putrajaya

Top-10

1) Lucas Di Grassi (BRA), ABT Schaeffler Audi Sport

2) Sam Bird (GBR), DS Virgin Racing

3) Robin Frijns (HOL), Andretti

4) Stéphane Sarrazin (FRA), Venturi

5) Bruno Senna (BRA), Mahindra

6) Antonio Félix da Costa (POR), Team Aguri

7) Daniel Abt (ALE), ABT Schaeffler Audi Sport

8) Nelson Piquet Jr (BRA), Nextev TCR China Racing

9) Nick Heidfeld (ALE), Mahindra

10) Nicolas Prost (FRA), Renault e.Dams

Classificação da Fórmula E após duas etapas:

1) Lucas Di Grassi – 43 pontos;

2) Sébastien Buemi – 35

3) Sam Bird – 24

4) Nick Heidfeld – 17

5) Robin Frijns – 16

6) Stéphane Sarrazin – 14

7) Loïc Duval – 12

8) Bruno Senna – 10

9) Jérôme D’Ambrosio – 10

10) Antonio Félix da Costa – 8


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0