Di Grassi fará palestra sobre agricultura

Lucas Di Grassi

Representante do Programa Para o Meio Ambiente das Nações Unidas, CEO da inovadora Roborace e um dos idealizadores da Fórmula E – primeira categoria de carros de corrida elétricos, que se tornou a principal novidade mundial da década no esporte –, Lucas Di Grassi será um dos conferencistas do Global Agribusiness Fórum, um dos maiores encontros de negócios do setor agrícola internacional. O encontro reunirá mais de 1.500 profissionais de 50 nacionalidades nos dias 23 e 24 de julho, no Sheraton WTC Hotel, em São Paulo. Entre palestrantes e a plateia estarão importantes líderes mundiais do setor, cientistas e pesquisadores, dos segmentos público e privado, com o objetivo de discutir os temas mais relevantes da agricultura e do agronegócio mundial.

 

Criado em 2012 e realizado a cada dois anos, o evento possui um histórico de grandes conferencistas, casos de Al Gore (ex-vice-presidente dos EUA), Lawrence Summers (ex-economista-chefe do Banco Mundial), Nizan Guanaes (fundador do ABC, maior grupo de comunicação publicitária da América Latina), o presidente do Brasil, Michel Temer, entre outros. Di Grassi falará ao empresariado internacional presente ao encontro a partir das 12h do dia 24.

 

Em sua quarta edição, o Global Agribusiness Fórum terá como tema “A ciência do campo a serviço do planeta: A ação é agora”. Di Grassi, 33 anos, foi convidado para ser um dos conferencistas por seu envolvimento com algumas das mais importantes novidades empregadas no esporte a motor recentemente e seu papel na introdução e desenvolvimento destas tecnologias. A palestra do empresário e piloto brasileiro abordará o futuro da mobilidade – uma das mais importantes revoluções tecnológicas da atualidade, que aos poucos já está se implantando na rotina dos principais centros mundiais.

 

“Hoje, o automobilismo tornou-se importante como laboratório e propagador da nova matriz energética e do futuro modo de deslocamento das pessoas e produtos. Estamos falando de motores elétricos e veículos dotados de inteligência artificial. A indústria mundial está de olho no que acontece nas categorias de vanguarda, novidades que depois serão incorporadas em seus produtos finais. E muito dessa tecnologia também estará presente no setor agrícola, de formas variadas”, resumiu Di Grassi.

 

O fórum também colocará em pauta o futuro do agronegócio, levantando temas como erradicação da fome mundial, a utilização de água e solo no cultivo, o consumo de proteína direcionando a expansão agrícola e a bioeconomia. Entre as novidades do mercado agrícola serão discutidos a conexão, colaboração e globalização da agricultura, políticas públicas, negociação multilateral e bilateral, a revolução das máquinas, a resolução de conflitos pelas organizações internacionais, o uso de big data, a 4ª revolução industrial, sensoriamento remoto, o acordo do clima, as perspectivas de longo prazo e o papel da mídia para o agronegócio.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0