Ford mostra tecnologias para o futuro

ford-focus-sedan-20-powershift-2014-1380063164432_956x500
A Ford apresentou duas tecnologias de nova geração: um sistema que permite estacionar o carro ao toque de um botão, com o motorista dentro ou fora da cabine, e outro que manobra e freia automaticamente para evitar colisões com veículos e pedestres. A demonstração foi feita usando o Focus, em um evento no Campo de Provas de Lommel, na Bélgica, chamado Ford Futures.
Os especialistas da área de Pesquisa e Engenharia Avançada da Ford aproveitaram as tecnologias já existentes nos veículos da marca, como o sistema de estacionamento automático e a transmissão PowerShift, para desenvolver um Novo Focus equipado com o protótipo do sistema de estacionamento totalmente automático.
Usando sensores ultrassônicos, ele detecta uma vaga disponível. O motorista ativa o seu funcionamento por um botão, dentro ou fora do carro, por controle remoto. O sistema controla a direção, o engate de marchas e a aceleração do carro para frente e à ré para estacioná-lo na vaga. Ele localiza vagas até a velocidade de 30 km/h e exige que o motorista mantenha o botão pressionado durante a manobra, permitindo que ela seja interrompida a qualquer tempo.
Estacionamento
Entrar ou sair de vagas apertadas sem precisar abrir as portas é uma das vantagens que o sistema oferece, eliminando uma das ações que mais estressam os motoristas. Ele também pode ser de grande utilidade para portadores de necessidades especiais e idosos.

 Desvio de obstáculos
Pedestres

            A Ford mostrou também a tecnologia de evasão de obstáculos, desenvolvida como parte de um projeto de pesquisa liderado pela marca na Europa, equipando um Novo Focus. Ao detectar objetos em movimento, parados ou pedestres na mesma faixa à frente do veículo, o sistema primeiro dispara alertas. Se o motorista não desviar ou frear, ele assume automaticamente a direção e freia para evitar a colisão. Para isso, ele conta com três radares, sensores ultrassônicos e uma câmera que escaneia a pista até 200 metros à frente.
A tecnologia foi testada em velocidades de mais de 60 km/h. As pesquisas mostram que menos de um terço dos motoristas envolvidos em colisões traseiras tenta desviar antes do impacto.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0