Jeep de 70 anos de vida cumpre jornada histórica

Roma-Toledo (1)

No último dia 4, um Jeep Willys MB 1943 original voltou para casa, em Toledo (EUA), onde foi festejar seu 70º aniversário. Depois de deixar a Itália e cruzar o Atlântico, o patriarca da Jeep e antecessor do atual Wrangler rodou mais de 1.600 km pelos estados norte-americanos de Nova Jersey, Pensilvânia e Ohio para chegar até o Complexo de Montagem de Toledo do Chrysler Group, local histórico onde foi produzido, sete décadas atrás.

Esse exemplar do Willys MB saiu da linha de montagem da fábrica de Toledo para ser entregue ao exército dos Estados Unidos em 3 de junho de 1943, um mês antes do desembarque na Sicília. O veículo derivava do Willys Quad, de 1941, feito para o exército norte-americano pela Willys-Overland, e deu origem ao primeiro Jeep civil, o CJ-2A. Avanços rápidos fizeram o Quad virar o MA, que logo se tornou o MB. Mas o exército, e o mundo, viriam a chamá-lo simplesmente de Jeep.

Roma-Toledo (2) (2)

No final da Segunda Guerra Mundial, esse Jeep Willys, um dos muitos sobreviventes de combate, foi transferido para o exército da Itália, que o colocou em serviço. Em abril de 1984, ele foi vendido ao jornalista italiano Vittorio Argento, que não só continua sendo o dono como foi o comandante da operação que levou o Jeep de volta ao berço onde nasceu, há 70 anos. Local de onde continua saindo o Jeep Jeep Wrangler.

 


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0