MB CLS Shooting Break será produzida a partir de 2012

Após a apresentação do Shooting Break no Salão de Pequim, em abril deste ano, e no Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro, a Mercedes-Benz confirma a produção em série da CLS Shooting Brake, na planta de Sindelfingen, na Alemanha. A partir de 2012, as primeiras unidades do esportivo de quatro portas chegarão ao mercado europeu.
À primeira vista, as proporções do CLS Shooting Brake são claramente de um coupé: o longo capô, janelas estreitas com vidros laterais sem moldura e teto com a leve inclinação para a traseira da carroceria. Porém, com um olhar mais atento percebe-se que o veículo tem quatro portas e ampla tampa no porta-malas. O modelo apresenta algumas dimensões que remetem à outra referência do design: o CLS. O modelo conserva a esportividade e elegância tradicionais que caracterizam os coupês Mercedes-Benz .

A maior fábrica MB

A planta de Sindelfilgen que montará o CLS Shooting Break é também responsável pela montagem dos sedãs Classe C e Classe E Estate, do coupê CLS, dos Classe S e CL e dos modelos Maybach e Mercedes-Benz Guard.
Recentemente, esta fábrica começou a produzir o Mercedes-Benz SLS AMG e uma pequena série do Classe B Fuel-Cell. A partir de 2014, o Mercedes-Benz SL também será fabricado em Sindelfingen. A decisão de levar a montagem do CLS Shooting Break para esta planta reflete claramente a flexibilidade da planta: O novo modelo será construído na mesma linha de produção do CLS e do sedã Classe E.

Shooting Break

As palavras break (ruptura) e brake (freio) eram usadas para denominar as antigas carruagens que transportavam pequenos volumes de carga.  Posteriormente, esses meios de transporte foram configurados por caçadores de maneira que sobrasse espaço na parte traseira para transportar os objetos de caça. Com isso, naquela época, qualquer veículo que fosse utilizado para caça era chamado de ‘shooting break‘ ou ‘shooting brake‘. Na décadas de 1960 e 1970 esse modelos ganharam motorização e ficaram muito populares na Grã-Bretanha. Eram exclusivos crossover que combinavam a ostentação de um coupé clássico com a novidade de um amplo espaço na parte traseira para ser usado em uma variedade de aplicações.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0