Mobileye auxilia motoristas a ter mais visibilidade

Nos últimos anos, a segurança ativa e passiva dos automóveis evoluiu muito. Principalmente nos carros mais luxuosos. Freios ABS de quinta geração, faróis de xenônio superpotentes que acompanham as curvas na estrada, airbags e side bags para proteção dos ocupantes dos veículos, suspensões mais estáveis e adaptativas, entre outras tecnologias, estão disponíveis em diversos modelos.

Mas apesar de carros mais seguros, a redução de batidas e acidentes com vítimas graves ou fatais não acompanha a evolução da tecnologia. Além de números expressivos no dia a dia a cada 15 minutos, uma pessoa morre em um acidente de trânsito no Brasil em alguns períodos do ano, os acidentes graves chegam até a aumentar, como no Carnaval, que em fevereiro registrou 8% mais mortes em relação ao feriado do ano passado, com 91 vítimas fatais nas estradas federais.

Entre as causas mais comuns de acidentes com morte estão a desatenção do motorista, excesso de velocidade, a ingestão de álcool e a desobediência à sinalização. Uma pesquisa da USP mostra que o motorista, à velocidade constante de 110 km/hora, percebe apenas 10% das sinalizações. A 60 km/hora, já são 60% das placas, sem contar o uso de aplicativos que tiram atenção da sinalização.

A tecnologia, que tanta segurança incorporou aos carros, também ampliou a imprudência e desatenção dos motoristas, que olham os smartphones, lêem conversas de whatsapp e entram nas redes sociais enquanto dirigem, tirando o foco do principal: trânsito e sinalização.

Para auxiliar os motoristas, a novidade, já disponível no Brasil, é o Mobileye: um dispositivo com tecnologia israelense que funciona como um “terceiro olho” na condução de veículos e emite alertas visuais e sonoros. O dispositivo também lê as placas de velocidade máxima, calcula distâncias entre veículos e prevê impactos antecipadamente, atuando como um “salva-vidas” do asfalto.

Por meio de uma câmera instalada no para-brisa do carro, próxima do ponto de apoio do espelho retrovisor interno, o Mobileye consegue identificar formas, veículos e pedestres, além de texturas como marcações de faixa e placas de sinalização de trânsito. Os dados internos e externos são interpretados em milésimos de segundos e o visor do Mobileye emite sinais de alerta ao calcular potenciais riscos, que podem ser: o impacto com outro veículo, o cruzamento de pedestres e ciclistas, ou ainda a saída do motorista das faixas que delimitam o sentido das estradas e rodovias.

Ao receber o alerta, o motorista ganha um tempo de reação, para poder diminuir a velocidade, frear ou desviar do obstáculo. A tecnologia previne 90% das colisões decorrentes de falhas humanas que causam, anualmente, 1,5 milhão de mortes e deixam 50 milhões de feridos em estradas no mundo. Sem contar os custos com seguro e colisões corriqueiras do dia a dia.

A tecnologia para frotas inteligentes é utilizada pelas principais montadoras do mundo, como BMW, Audi, Volkswagen, Volvo, Nissan, Ford, Honda e General Motors, entre outras.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0