Porsche GT3 Cup Challenge Brasil ganha novo status

A partir deste ano , o Porsche GT3 Cup Challenge Brasil “sobe um degrau” na hierarquia dos campeonatos chancelados pela FIA. Criado em 2005, ele passa a ter o status de Série Internacional, concedido pela FIA (Federação Internacional do Automóvel). É a primeira categoria brasileira a receber essa denominação da entidade que comanda o automobilismo esportivo em nível mundial.

“Já éramos um campeonato internacional na prática. E agora recebemos um reconhecimento oficial da FIA, o que é mais um atestado de qualidade do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil”, resume Dener Pires, diretor-geral da categoria. “Foi uma consequência natural da expansão do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil para outros países. Começamos com uma corrida na Argentina em 2010, fomos para Portugal no ano seguinte e nesta temporada faremos corridas em Portugal e na Espanha, além do Brasil.” Dener menciona ainda o histórico do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil como categoria de suporte em eventos internacionais realizados no País: “Desde o primeiro ano, a categoria esteve presente no GP do Brasil de F1. Depois, vieram a etapa brasileira do WTCC e a 6 Horas de São Paulo, válida pelo Campeonato Mundial de Endurance”.

O enquadramento do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil como Série Internacional (Nível 3/Prata, para carros com 2 a 3 kg/cv de relação peso-potência) foi solicitado pela CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo), seguindo o processo padrão para homologações similares. Para receber a homologação, foram necessárias pequenas alterações nos regulamentos técnico e desportivo, além do comprometimento de correr somente em circuitos com homologação FIA T3. Os pilotos, por sua vez, passam a ter como obrigatório o porte de carteira internacional nível C.

Nestor Valduga, presidente do CTDN (Conselho Técnico Desportivo Nacional) da CBA, enfatiza que o reconhecimento do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil como Série Internacional pela FIA confere “uma importância muito forte” à categoria. Dener Pires acrescenta: “Um reconhecimento como esse é bom para todos, inclusive para os pilotos. Correr em uma categoria com esse nível de prestígio representa uma motivação extra”, finaliza.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0