Toyota auxilia na preservação de araras

Projeto-Arara-Azul-Toyota-01-1200x520

Em comemoração aos sete anos de atuação da Fundação Toyota do Brasil, a entidade lançou um vídeo sobre o projeto Arara Azul, apoiado por ela. O vídeo explica como a bióloga Neiva Guedes e sua equipe retiraram a espécie da lista brasileira de animais ameaçados de extinção.

“Eu comecei esse trabalho no Pantanal com as araras-azuis quando eu vi um bando de araras em uma árvore seca e foi quando eu soube que elas estavam desaparecendo e que não se tinha muitas informações a respeito delas. Naquele dia, eu tomei uma decisão de estudá-las, conhecê-las para que outras pessoas também tivessem a oportunidade de conhecê-las”, explica a bióloga e também professora doutora do Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional da Uniderp.

Após três décadas do início dos trabalhos, estima-se que o aumento da população da espécie no Pantanal sul-mato-grossense, região escolhida para o projeto, foi de 233 por cento, pois na década de 1980 haviam cerca de 1.500 indivíduos, hoje já são mais de 5.000 divididos em 713 ninhos espalhados por 57 fazendas. Para o monitoramento das aves é utilizado picapes Hilux 4×4, fornecidas pela entidade como apoio ao projeto. Além dos veículos, em 2013, a Fundação Toyota financiou a construção do Centro de Sustentabilidade do Instituto Arara Azul, em Campo Grande (MS).

Apesar da conquista, os esforços continuam. A espécie ainda permanece na lista vermelha das espécies ameaçadas, elaborada pela IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza, na sigla em inglês), pois seu alto grau de vulnerabilidade exige cuidados especiais para a sua conservação na natureza.

Para ter acesso ao vídeo clique no link www.fundacaotoyotadobrasil.org.br/araraazul/


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0