Renault Master surpreende pela agilidade e comodidade

Normalmente ao vermos rodando uma van de carga, mesmo a pequena, já vem à cabeça um veiculo de carga, duro, difícil de dirigir, de estacionar, lerdo e que estrada só vai atrapalhar o fluxo. No teste que fizemos com a Renault Master, a primeira coisa que ficamos surpresos é que tudo isso não passa de uma coisa do passado. O furgão Master de 8 metros que testamos tinha air bag, ar condicionado, abs, travas, vidros e espelhos elétricos, som com rádio e CD Player, banco do motorista com varias regulagens e freios a disco nas quatro rodas. Ok, muitos desses itens são opcionais, mas que não existem nem em muitos carros médios, o que falar nos ditos populares. Mas tem muito mais.

A Renault Master é equipada com motor diesel 2.5 dCi 16V, com cabeçote de alumínio e sistema Common Rail, o que o torna mais flexível e menos barulhento. São 115 cavalos de potência e 29,6 kgfm de torque. Isso faz que aquela impressão de lerdo logo venha por água abaixo na primeira acelerada: 16,5 segundos de 0 a 100 km/h. É pouco? Olhe os carros mil e veja se é pouco para um utilitário de carga. Mas tem mais: na estrada, ainda mais vazio, é só olhar a cara de espanto dos motoristas, ao ver passar e bem aquele “negocio” enorme do lado ou pedindo passagem. Muitos tentam até acelerar para acompanhar, mas logo desistem; outros olham várias vezes no velocímetro para conferir. Afinal, o motivo da diversão é que a Master atinge nada mais nada menos que 145 quilômetros por hora. Novamente lhe peço: olhe e compare com muitos dos carros vendidos por aí. E o mais curioso é que, tudo isso, com uma estabilidade e uma dirigibilidade digna de carro “normal”. Mesmo abusando um pouco, como em curvas mais afoitas na velocidade, Master tem bom comportamento. Mas vale sempre lembrar que estamos num veículo de carga, portanto mais duro e não indicado para fazer “graças”. É um veiculo destinado ao trabalho.

Mas mesmo assim, em pisos lisos, é impressionante o bem estar que os passageiros têm em seu interior. Por falar em interior, o veiculo possui três bancos bem definidos, confortáveis e com o do motorista, distante dos demais. Tudo está ao alcance das mãos. A alavanca do câmbio de seis marchas no painel é curta e tem engates macios e precisos. A diversa alça interna faz com que, a difícil missão de subir e descer, já que o veiculo é alto, uma tarefa mais amena e ajuda a estabilizar o corpo dos demais passageiros/ajudantes na cabine. Os freios a disco nas quatro rodas param o veiculo em espaços curtos e sem desvios. .

Visualmente, o Renault Master tem design moderno e agradável, mantendo a identidade dos demais veículos da Renault. Há muita harmonia no conjunto dianteiro, entre o capô, grade frontal, faróis e pára-choques.

Além da ampla porta traseira, a Master tem uma ampla porta de correr lateral, do lado direito, muito útil para carregar e descarregar mercadorias. O piso do “baú” é liso, sem “degraus” ou desníveis que atrapalha muito quando se precisam acomodar cargas mais sensíveis.

Andar na Master é muito prazeroso, ainda mais se levando em conta os veículos de carga de alguns anos atrás. Agora, quando vir um desses novos furgões, olhe com outros olhos.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0