Negrão enfrenta problemas no Europeu de F-Renault

O brasileiro André Negrão terminou de forma positiva seu fim de semana no tradicional circuito de Fórmula 1 localizado ao lado da bela Heildelberg, local de uma das mais tradicionais universidades européias. Depois de enfrentar problemas nos treinos e na etapa de ontem (sábado), o piloto da equipe Novac recebeu autorização para trocar o motor do seu monoposto e, com um novo propulsor, voltou a marcar pontos na disputa do Campeonato Europeu de F-Renault 2.0, onde ocupa agora a décima-quinta posição entre 23 concorrentes que já pontuaram. O certame prossegue dentro de duas semanas em mais um circuito do calendário do Campeonato Mundial de F1: Silverstone, palco do GP da Grã-Bretanha.
“Será uma boa oportunidade de conhecer mais um palco sagrado do automobilismo mundial”, comentou Negrão de volta aos boxes. “Acredito que com esse novo motor terei mais chance de conseguir um resultado a altura daqueles que iniciei a temporada, quando consegui pole-positions e liderei provas”.
De fato o carro do brasileiro apresentou uma queda de rendimento em etapas intermediárias da temporada, panes que foram solucionadas apenas parcialmente com a substituição do chicote elétrico e de conexões eletrônicas variadas. Após a queda de rendimento na corrida disputada na tarde de sábado – quando o motor do seu carro travou -, o brasileiro acredita que suas chances para a etapa no condado de Northamptonshire, região situada a noroeste de Londres, serão maiores:
“Mais que manter o otimismo em busca de resultados melhores, algo importante num esporte tão difícil como o automobilismo, meu resultado na corrida de hoje me deixou seguro que superamos uma fase um tanto complicada da temporada.”
Na corrida de hoje Negrão manteve uma boa disputa com o francês Hugo Valente e o holandês Daniel de Jong, dois pilotos que já disputaram a temporada passada e tem experiência superior ao brasileiro.
O resultado da corrida de hoje:
1) Kevin Korjus, Eslovênia, 17 voltas em 28m17s240
2) Aaro Vainio, Finlândia, a 0s466
3) Arthur Pic, França, a 7s624
4) Javier Tarancón, Espanha, a 9s322
5) Luciano Bacheta, Grã-Bretanha, a 10s651
6) Ludwig Ghidi, Bélgica, a15s779
7) Bart Hylkema, Holanda, a 19s457
8) Hugo Valente, França, 20s852
9) André Negrão, Brasil, 23s244
10) Daniel de Jong, Holanda, 35s122

Posições no Campeonato Europeu de F-Renault 2.0

1) Kevin Korjus, 130 pontos; 2) Arthur Pic, 109; 3) Luciano Bacheta, 88, 4) Aaro Vainio, 69; 5) Giovanni Venturini, 50; 6) Oliver Gené, 49; 7) Bart Hylkema, 47; 8) Alex Riberas, 35; 9) Jukka Honkavuori e Adam Kout, 29; 11) Daniel de Jong, 28; 12) Hugo Valente, 23; 13) Miguel Otegui, 21; 14) Miki Weckstrom, 19; 15) André Negrão, 16.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0