No Rio, Lunardi vence na Porsche GT3 Cup

Três anos depois de obter sua primeira vitória no Porsche GT3 Cup Challenge Brasil, o paulista Clemente Lunardi voltou ao degrau mais alto do pódio na prova da categoria 997, realizada neste domingo no autódromo de Jacarepaguá. Lunardi, segundo colocado no grid, ultrapassou o pole Adalberto Baptista na primeira volta e chegou à vitória depois de resistir ao assédio de Ricardo Baptista (irmão de Adalberto) na primeira metade da prova. A liderança do campeonato é do ex-piloto de MotoGP Alex Barros, que assumiu o segundo lugar a cinco voltas do final.

Como na prova 3, realizada no sábado, a prova começou com um acidente na curva Sul, a primeira depois da largada. Marcel Visconde levou uma batida por trás e atingiu Ricardo Rosset, que rodou no meio do pelotão. Rosset, vencedor da prova 3, caiu para as últimas colocações e iniciou uma excelente corrida de recuperação que o levou ao quinto lugar na bandeirada. Marcel, terceiro colocado na corrida de sábado, teve o pára-choque de seu carro arrancado e, com o rendimento de seu Porsche prejudicado, abandonou a prova após 11 voltas. Enquanto isso, Lunardi e Ricardo Baptista iniciavam o duelo pela vitória, que durou até a metade da prova. Alex Barros, que largou em nono, fez uma corrida consistente e ganhou posições até ultrapassar Baptista. Outro destaque da prova foi a atuação de Sérgio Ribas. O piloto paranaense terminou em quarto lugar, resistindo muito bem à aproximação de Rosset.

Tradicionalmente, as provas do Porsche GT3 Cup oferecem muitas disputas por todas as posições. No Rio, Elias Azevedo terminou em sexto lugar, posição que ao longo da corrida foi pleiteada por Daniel Paludo, Otávio Mesquita e Leo Burti. Mais atrás, Guilherme Figueirôa e Charles Reed, que largaram nas últimas filas, tiveram atuações consistentes e terminaram em oitavo e nono lugares, com o carioca Lucas Molo recebendo a bandeirada em décimo.

Resultado final da prova 4

1) 7-Clemente Lunardi, 24 voltas em 32:12.811, média de 137,100 km/h

2) 4-Alex Barros, a 6.115

3) 27-Ricardo Baptista, a 11.080

4) 63-Sérgio Ribas, a 13.452

5) 1-Ricardo Rosset, a 13.927

6) 2-Elias Azevedo, a 25.770

7) 89-Daniel Paludo, a 31.097

8) 9-Guilherme Figueirôa, a 31.434

9) 36-Charles Reed, a 41.050

10) 46-Lucas Molo, a 55.978

11) 52-Beto Posses, a 1:05.947

12) 11-Omilton Visconde Jr., a 1:11.049

13) 18-Danilo Fernandez, a a 1:15.643

14) 87-Leo Burti, a 1:20.708

15) 92-Ricardo Vianna, a 1 volta

16) 34-Maurizio Billi, a 1 volta

17) 10-Adalberto Baptista, a 1 volta

18) 81-Bernardo Parnes, a 1 volta

19) 16-Esio Vichiese, a 7 voltas (câmbio)

20) 51-Otávio Mesquita, a 8 voltas (superaquecimento)

21) 55-Marcel Visconde, a 13 (superaquecimento)

Não largaram: 8-Marcelo Ometto e 99-Tom Valle.

Melhor volta: Ricardo Baptista, 1:16.740, média de 143,878 km/h

Todos com Porsche 911 GT3 Cup “997” equipados com pneus Yokohama.

Classificação do campeonato após quatro provas: 1) Alex Barros, 72 pontos; 2) Ricardo Rosset, 62; 3) Clemente Lunardi, 47; 4) Leo Burti, 42; 5) Miguel Paludo, 40; 5) Ricardo Baptista, 39; 6) Marcel Visconde, 36; 7) Sérgio Ribas, 36; 7) Elias Azevedo, 33; 8) Tom Valle, 26; 9) Maurizio Billi, 24; 10) Daniel Paludo, 22; 11) Guilherme Figueirôa, 20; 12) Charles Reed, 16; 13) Omilton Visconde Jr., 13; 14) Beto Posses, 11; 15) Esio Vichiese, 9; 16) Lucas Molo, 9; 17) Danilo Fernandez, 9; 18) Adalberto Baptista, 8; 19) Bernardo Parnes, 4; 20) Ricardo Vianna, 4; 21) Felipe Johannpeter, Otávio Mesquita e Marcelo Ometto, sem pontos.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0