Trofeo Linea e Fórmula Futuro abrem treinos em Interlagos

A segunda temporada do Trofeo Linea e da Fórmula Futuro Fiat será oficialmente aberta nesta sexta-feira com a realização das primeiras sessões de treinos livres da rodada dupla deste fim de semana em Interlagos. Os monopostos terão três baterias de 30 minutos, enquanto o mesmo total de uma hora e meia será alcançado pela série derivada do modelo de rua da Fiat em dois treinos.
No Trofeo Linea, Cacá Bueno tentará conservar o título conquistado no ano passado ao final de um calendário com as mesmas 12 etapas, marcadas por grande equilíbrio e alternância de vencedores. Cacá se manteve na mesma equipe fluminense GT Competições, novamente ao lado do irmão Popó, e deverá enfrentar forte resistência dos pilotos com quem travou uma acirrada disputa em 2010 – casos do vice André Bragantini, Alceu Feldmann, Christian Fittipaldi, Giuliano Losacco e dos demais também já com um ano de bagagem na categoria. Nos ensaios extras da quarta-feira, por exemplo, o catarinense Leonardo Nienkötter mostrou que poderá ser mais um disposto a roubar a coroa de Cacá ao estabelecer a volta mais rápida do dia. A estreia de Hoover Orsi, campeão sul-americano de Fórmula 3, da Fórmula Atlantic nos EUA e com boa passagem pela Stock Car, é uma das atrações.
O crescimento da Fórmula Futuro, idealizada por Felipe Massa para dar à garotada saída do kart a primeira experiência com carros de competição, é uma das vitórias já comemoradas pela organização neste início de campeonato. O grid, que variou de oito a nove pilotos no ano passado, terá a presença de pelo menos 13 carros. Essa expansão é fruto das políticas implantadas pelos promotores para facilitar a chegada dos jovens valores do kart. “O orçamento caiu de R$ 280 mil para R$ 200 mil por causa do apoio específico do Banco Santander. Também incentivamos os três melhores do brasileiro de kart de 2010 até 19 anos com subsídios que variam de 70 a 30%”, explicou Titonio Massa, um dos executivos da RM Racing Events, empresa organizadora do evento.
Se os carros da Fórmula Futuro são exatamente os mesmos, com os motores de 150 cavalos submetidos a uma minuciosa revisão pela Fiat Powertrain antes do início do campeonato, os “alunos” vão ganhar um pouco mais de liberdade para trabalhar no acerto. No ano passado, eles praticamente só podiam mexer na regulagem dos aerofólios, mas agora poderão trabalhar também na altura e na convergência das rodas, entre outros itens. Os pilotos continuarão sendo divididos em grupos sob a responsabilidade de um engenheiro em sistema de rodízio a cada etapa, mas as informações colhidas em cada “classe” poderão ser compartilhadas ao final do dia. O potiguar Johilton Pavlak e o paranaense John Louis, “veteranos” da primeira temporada, podem se beneficiar do conhecimento do carro e das pistas principalmente nas primeiras etapas, mas a nova geração, como mostrou o segundo lugar de Victor Franzoni na quarta-feira, tem potencial para encarar os “veteranos”.

As motos da 600 Hornet e da CB 300 R também entrarão na pista. A programação desta sexta-feira em Interlagos:

10h30-11h00 – Fórmula Futuro (1º treino livre)
11h10-11h40 – Trofeo Linea (1º treino livre)
11h50-12h20 – CB 300 R (1º treino livre)
12h30-13h00 – 600 Hornet (1º treino livre)
13h30-14h00 – Fórmula Futuro (2º treino livre)
14h10-15h10 – Trofeo Linea (2º treino livre)
15h20-15h50 – CB 300 R (2º treino livre)
16h00-16h30 – 600 Hornet (2º treino livre)
16h40-17h10 – Fórmula Futuro (3º treino livre)

O Racing Festival, apresentado pelo Banco Santander e Fiat, tem patrocínio da Shell, co-patrocínio da Pirelli, FPT Powertrain Technologies e Sundown Motos, apoio Sada Transportes e Iveco e realização da RM Racing Events.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0