Ultrapassagem idiota tira chance de Negrão

Andre

Atingido pelo próprio companheiro de equipe, o paulista André Negrão sofreu enorme prejuízo na prova que abriu nesta quinta-feira a rodada dupla do Grande Prêmio de Mônaco, quinta e sexta etapas da Fórmula GP2. Negrão recebeu uma batida do suíço Rene Binder e acabou abandonando uma corrida em que as chances de terminar na zona de pontos eram reais, mesmo partindo apenas em 23º no grid. O vencedor foi o inglês e pole J.Palmer, líder disparado do campeonato.
Negrão não escondeu o desapontamento com o desfecho inesperado. “Ele tentou a ultrapassagem num local impossível. E nem me pediu desculpas pela pancada”, lamentou o campineiro da Equipe Arden. Com a estratégia adequada para a troca obrigatória dos compostos de pneus, as possibilidades eram animadoras. “Eu estava logo atrás do Felipe Nasr e já havíamos feito o pit stop. Como ele acabou em terceiro, era claro que eu chegaria muito bem-colocado, na quarta ou quinta posição”, observou.
Os danos provocados por Binder – que mais tarde causaria novo acidente e também ficaria fora da prova – deverão se estender até amanhã, já que a ordem de largada do complemento da programação obedece as colocações da primeira bateria, apenas invertendo-se os oito primeiros. “Saindo na penúltima fila, numa prova mais curta e sem troca de pneus, vou apenas tentar fazer meu melhor e completar. Milagre não vai dar para fazer.”


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0