Varela e Gugelmin vencem no Catar

reinaldovarela4

Os brasileiros Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin (Divino Fogão / Blindarte / Temp Clean / Tecmin / Ibis / Itamotors) venceram nesta sexta-feira (25/4) o quinto e último dia do Sealine Cross Country Rally, quarta etapa da Copa do Mundo FIA de Rally Cross Country, disputada no Catar, no Golfo Pérsico.
“Fizemos uma boa Especial. Andamos forte o tempo todo e passamos muita gente”, comentou o bicampeão (2001 e 2012) mundial Reinaldo Varela, que após 402,20 km cronometrados impôs uma vantagem de 4min31s sobre o piloto local Nasser Al-Attiyah, que havia vencido nos quatro dias anteriores e com ficou com a vitória na etapa do Catar.
O rali teve um total de 1.900 km, com 1.729 km cronometrados nos cinco dias. No primeiro dia de prova os brasileiros terminaram na 12ª posição. Na segunda Especial ficaram em sétimo. No terceiro dia, quando não se perderam, chegaram em segundo. No quarto e penúltimo dia ficaram com o nono posto e encerram a competição vencendo a última Especial.
“A gente sabe andar forte e aqui no Mundial é assim. Não pode parar de acelerar um único segundo, só que tem que ter sorte pra dar tudo certo. Não pode furar pneu e não pode errar caminho. Em dois dias conseguimos isto”, continuou Varela, que na classificação geral terminou a prova do Catar na quinta posição. “Graças a vitória de hoje conseguimos uma boa recuperação e este quinto lugar foi bom para nos manter entre os primeiros no campeonato”, completou o piloto da Divino Fogão/Blindarte/Temp Clean/Tecmin/Ibis/Itamotors. A outra dupla brasileira, Marco Ermírio Moraes/Kleber Cíncea, ficou na 11ª posição geral, mas tiveram excelente desempenho e foram segundo em sua categoria.
A quinta etapa da Copa do Mundo FIA de Rally Cross Country será o Rally dos Faraós, de 20 a 25 de maio. “Não vamos para o Egito, devido aos tumultos e últimos acontecimentos por lá. Muitas equipes já desistiram de ir por segurança e nós resolvemos pular esta etapa. Não sei nem se a prova vai acontecer mesmo…”, finalizou Varela.

Os seis primeiros na última Especial foram:
1) Reinaldo Varela (Brasil)/Gustavo Gugelmin (Brasil), 3h37min27s
2) Nasser Al-Attiyah (Catar)/Mathieu Baumel (França), a 4min31s
3) Vladimir Vasilyev (Rússia)/Konstantin Zhiltsov (Rússia), a 10min56s
4) Miroslav Zapletal (Checoslováquia)/Maciej Marton (Polônia), a 23min30s
5) Marek Dabrowski (Polônia)/Jacek Czachor (Polônia), a 26min51s
6) Andrey Cherednikov (Casaquistão)/Dmitro Tsyro (Ucrânia), a 38min20s.

Os seis primeiros no Sealine Cross Country Rally foram:
1) Nasser Al-Attiyah (Catar)/Mathieu Baumel (França), 17h22mn51s
2) Vladimir Vasilyev (Rússia)/Konstantin Zhiltsov (Rússia), a 1h16min56s
3) Marek Dabrowski (Polônia)/Jacek Czachor (Polônia), a 1h48min56s
4) Adam Malysz (Polônia)/Rafal Marton (Polônia), a 2h11min00s
5) Reinaldo Varela (Brasil)/Gustavo Gugelmin (Brasil), a 2h24min20s
6) Miroslav Zapletal (Checoslováquia)/Maciej Marton (Polônia), a 3h07min31s.

Confira os seis primeiros na Copa Mundial de Rally Cross Country depois de quatros etapas:
1) Vladimir Vasilyev (Russia)/Konstantin Zhiltson (Russia), 135; 2) Marek Dabrowski (Polônia)/Jacek Czachor (Polônia), 70; 3) Adam Malyz (Polônia)/Rafal Marton (Polônia), 66; 4) Yazeed Al-Rajhi (Arábia Saudita)/Timo Gottschalk (Alemanha) e Nasser Al-Attiyah (Catar)/Mathieu Baumel (França), 60 pontos; 6) Miroslav Zapletal (República Checa)/Maciej Marton (Polônia), 48; 7) Reinaldo Varela (Brasil)/Gustavo Gugelmin (Brasil), 46 pontos.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0