BMW X5 GT: bonito, esportivo e diferente

Mais uma vez, a BMW lança um carro que inaugura um novo segmento de mercado. O último, que causou grande impacto, ainda mais que é uma espécie difícil de definir, mas é inegável que é bonito e esportivo, foi o X6 e agora chega o Serie 5 GT. Com linhas muito similares, o 5 GT, ao contrario do X6 que é um misto de coupé, com um utilitário esportivo, o 5 GT é um coupe esportivo, mas muito diferente, que lembra também uma perua.

Esquisito? Não, muito pelo contrario, elegante, bonito e muito agressivo. Mas diferente. Mais alto que o modelo sedan da Serie 5 e 7, com um amplo porta-malas, com acesso muito fácil e cinco portas. Apresentado à imprensa, na belíssima região de Sintra, interior de Portugal, o carro confirmou um espaço interno impressionante.

Assim como todos os modelos da marca, o BMW Serie 5 GT se destaca pelo extremo conforto, dirigibilidade e esportividade. Em baixa, o carro é sereno, tranqüilo e um exemplo de carro familiar. Em compensação, quando provocado, não é muito educado, e mostra toda a sua fúria, digna de um esportivo da melhor qualidade. O sistema Dynamic Drive, o super computador que “consente” que o motorista regule como quero o seu carro, como suspensão mais alta ou baixa, mais duro ou macio, a transmissão, o acelerador, os controles de estabilidade, isso tudo com simples toques no botão no console central, bem ao lado do motorista. A plataforma, por incrível que pareça é a do modelo Serie 7, apesar da denominação ser Série 5, o que o deixa com um excelente entre eixos. Os eixos e a suspensão pneumática traseira são totalmente novos, e deverão ser adotadas na próxima versão dos modelos Série 5.

O porta-malas, por sinal, tem capacidade para 590 litros, mas como os bancos traseiros podem ser recuados, a capacidade cai para 440 litros. Nessa ultima configuração, os passageiros do banco traseiro, ficam praticamente numa cama, é espaço pra ninguém botar defeito. Originalmente, o Serie 5 GT, assim como o X6, tem uma configuração para quatro passageiros, com um console no meio do banco traseiro. Opcionalmente, pode vir com o banco inteiriço atrás, e assim, carregar cinco passageiros, com a mesma mordomia.

Como resgate, a BMW Série 5 GT, trouxe de volta as quatro rodas direcionais, Active Drive, o que aumenta em muito a dirigibilidade e a estabilidade. Em curvas mais rápidas ou em manobras, por exemplo, tendo em vista as dimensões generosas, o carro ficou muito mais agradável. O modelo virá equipado com dois motores a gasolina, 3,0 litros de seis cilindros em linha com 306 cv e um V8 de 4,4 litros com 407 cv de potência máxima com duplo turbo – Twin Power Turbo e o catalisador encaixados entre as bancadas de cilindros. A diesel apenas 3,0 litros de seis cilindros com 245 cv.

O modelo de entrada tem preço sugerido na Europa de 74.150 euros (189 mil reais).


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0