Com linhas mais elegantes, Citroen lança na Europa novo C3

Já roda pelas estradas e ruas européias, o novo Citroen C3. Com design mais moderno e esportivo, o modelo difere muito do anterior, atual no Brasil (pra variar), mas manteve as formas arredondadas e a estratégica adotada pela marca para todos os modelos mundiais. Com pequenas alterações, o novo modelo deve chegar ao mercado brasileiro no próximo ano.
O modelo ficou maior e a intenção é diminuir a distancia de preferência entre o publico feminino e masculino. Hoje, fato que se repete também no Brasil, o Citroen C3 é um carro que conta em muito com a preferência das mulheres. A frente ficou com uma aparecendia mais agressiva, graças ao conjunto formado pela enorme grade, os enormes faróis entrando pelo capô e o pára-choque que absorve a grade. As entradas de ar ficaram menores, fato que deve mudar no modelo adotado para o Brasil, graças s temperaturas mais elevadas. Nove centímetros maior, o modelo ficou com linhas mais suave no teto, vidro dianteiro e nas laterais. O acesso ao banco traseiro também foi facilitado, graças às portas maiores, assim como o espaço interno, principalmente para os ocupantes do banco traseiro, que ganhou mais comodidade.

Atrás, é onde a nova geração mais se diferencia do modelo anterior. Ganhou uma aparência mais clean.As lanternas agora são retangulares e invadem a tampa do porta-malas.  As anteriores eram triangulares e subiam para a coluna do modelo de entrada da marca. A placa, antes na tampa, desceu para o pára-choques. O porta-malas, que para o modelo é muito bom, por incrível que pareça por conta do modelo ser maior, diminui um pouquinho. Agora tem 300 litros de capacidade, ou seja, cinco a menos.
 interior também mudou bastante. Ganhou novo volante, muito parecido com o do Aircross nacional, e atrás, o único mostrador, deu lugar a três: dois analógicos e um digital.
O novo modelo conta com um teto solar panorâmico, amplo e que amplia a iluminação interna.
Na Europa, o modelo conta com quatro opções a gasolina e três a diesel. Quando for lançado no Brasil, os motores deverão ser os mesmos do modelo velho, de 1,4 flex (álcool ou gasolina) e 1,6 16V flex. Mas o desempenho deverá ser melhor, já que graças aos materiais de ponta utilizados, o carro ficou 60 quilos mais leve.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0