Peugeot 3008 chega ao mercado com fortes atributos

O crossover 3008 da Peugeot esteve exposto no Salão do Automóvel de São Paulo, mas não foi uma das grandes estrelas do evento. Talvez até merecesse mais atenção do público brasileiro, já que está sendo lançado por aqui com uma variada e extensa lista de equipamentos, oferece conforto e boa dirigibilidade e chega por um preço que promete incomodar fortes concorrentes como Hyundai ix35, Kia Sportage, Honda CR-V, Chevrolet Captiva e Volkswagen Tiguan.
O modelo chega em duas versões fechadas, sem a adição de opcionais. A mais básica é a Allure que custará R$ 79.900, e vem com ABS e sistemas anti-derrapagem e assistência de frenagem, além de, ar-condicionado digital com sensor de qualidade do ar, oito airbags, direção eletro hidráulica, computador de bordo, CD player com Bluetooth com controles na coluna de direção e uma tela de acrílico projetada à frente do motorista que informa a velocidade atual, piloto automático e o limitador de velocidade.
A versão top de linha é a Griffe, que custa R$ 86.900, e ainda conta com retrovisor interno eletrocromático, bancos em couro, sendo que os dianteiros têm aquecimento, acendimento automático dos faróis, retrovisores externos rebatíveis eletricamente e um belo e enorme teto solar panorâmico de 1,6 m² que aumenta a área envidraçada do 3008 para 5,3 m².

Motorização

 Acoplado a uma bem acertada transmissão automática sequencial de seis velocidades está um propulsor desenvolvido em conjunto com a BMW. Ele representa a nova tendência internacional de downsizing, ou seja, motores compactos com performance elevada e baixos níveis de consumo e emissão de poluentes. O 1.6l THP Turbo é capaz de gerar até 156 cv a 6.000 rpm e torque de 24,5 kgfm a partir de 1.400 rpm. Em um primeiro momento ele parece deixar o crossover comportado, mas é só usar o pedal do acelerador com vontade que ele mostra ter fôlego de sobra.
Sua dirigibilidade é outra característica que surpreende, apesar de seu tamanho e da posição elevada do motorista, fica fácil se instalar em frente ao volante e desfrutar de uma agilidade própria de carros menores. O tamanho do 3008 também pode passar a impressão de que o modelo não tem muita estabilidade em curvas, mas, pelo contrário, ele traz em sua suspensão traseira um amortecedor hidráulico instalado horizontalmente na barra estabilizadora que mantém o carro colado ao chão mesmo em curvas mais fechadas e contornadas de forma abrupta.
Aliás, vale dizer que dentro do 3008 todos os instrumentos estão sempre à mão. O design interno é muito bem equilibrado e ainda foi trabalhado de forma a não deixar o motorista com a atenção dispersa. Um exemplo é o console central do crossover: ele é alto, quase como um divisor de ambientes, mas sua posição facilita bastante na decisão de usar a troca de marchas de forma manual.
Para completar o quadro favorável ao 3008, seu porta-malas tem capacidade para generosos 512 litros de bagagens, podendo chegar a 1.604 litros com os bancos traseiros rebatidos e oferece ainda uma tampa inferior escamoteável  para facilitar os serviços de carga e descarga. 
Apesar de ser um carro para deixar os concorrentes de “orelha em pé”, a Peugeot conseguiu, por enquanto, reservar apenas 200 unidades por mês para trazer ao Brasil. Mesmo assim, segundo o presidente da marca no País, Guillaume Couzy, o modelo funcionará “mais como trabalho de imagem do que um novo produto para o mercado nacional.” (Especial Anderson Cavalcante)


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0