Um dos melhores superesportivos da Mercedez Benz: SLS AMG

A Mercedes Benz apresentou em Laguna Seca, nos EUA, um dos mais fantásticos superesportivos que já fabricou: o Mercedes Benz SLS AMG.

Com tecnologia de ponta em um nível elevadíssimo, o SLS AMG começará a ser vendido em no segundo trimestre do próximo ano. Com concepção pura, utilizando materiais leves e muito dinâmicos, causa alvoroço para quem o vê. O Mercedes Benz SLS AMG pode ser considerado uma obra prima da marca alemã. Desenvolvido de maneira independente, o primeiro por sinal, demonstra a capacidade da Mercedes Benz e da AMG, empresa da marca alemã, dedicada a desenvolver carros esportivos dos modelos de produção em série.

Com linhas belíssimas, o SLS AMG tem como base de design, o Mercedes Benz SL 300 e emociona pela harmonia total. Enorme grade do radiador, o capô longo remete aos esportivos da marca dos anos 50, que deixam para trás, um habitáculo amplo e confortável. A traseira curta, em declive, tem um aerofólio integrado, que o deixa ainda mais dinâmico e esportivo. A longa distancia do entre-eixos se destaca ainda mais pelas rodas de 20 polegadas e pelos enormes ombros que envolvem as rodas. As lanternas têm a tecnologia de leds. Mas de todo o conjunto, o mais fantástico são as portas em asas de gaivota, que além de esteticamente fantásticas, ainda facilita em muito a entrada e saída do carro e abre em espaços bem reduzidos já que abre pra cima.

O interior teve como tema básico para o seu desenvolvimento, os aviões. Destaca-se, como não poderia deixar de ser, o painel e os instrumentos. As quatro saídas de ar do painel são em formato de turbinas de avião. A alavanca seletora de marchas, se inspira nas manetes de aceleração dos aviões a jato. A mistura de couro com metais dá uma harmonia e esportividade impar.

Voando baixo

Num chassi de alumínio, que proporciona que o conjunto pese somente 1620 quilos, o SLS AMG tem uma usina de força que leva o carro a 317 quilômetros por hora. O motor AMG V8 de 6,3 litros desenvolve 571 cavalos de potência máxima a 6.800 rpm e impressionantes 650 Nm de torque a 4.750 rpm. O SLS acelera de 0 a 100 quilômetros por hora em 3,8 segundos. O câmbio é o já consagrado Speedshift DCT 7, de sete marchas, automático, mas com opção de troca seqüencial. As trocas são efetuadas em apenas 100 milissegundos. Todos esses números se somam à excelente relação de 2,84 quilos para cada cavalos de potência. Toda essa força e disposição ainda permitem que o SLS AMG faça uma média combinada de estrada/cidade de 7,5 quilômetros por litro.

Outro dado interessante é que a energia cinética gerada durante as freadas, que normalmente é desperdiçada, neste esportivo é armazenada para utilizar nos diversos equipamentos do carro, diminuindo assim o tamanha e a capacidade da bateria normal. Como do protótipo da Mercedes Benz Classe C que corre o DTM foram aproveitados muitos recursos, o carro é cheio de tecnologia vinda de carros de corrida, o que aumenta a segurança e a emoção de pilotar este bólido.

A Mercedes Benz SLS AMG desde o dia 16 de novembro, já pode ser encomendado nas concessionárias da marca, da Alemanha, ao preço de 177.310 euros (452.140 mil reais).

Prêmios

Antes mesmo de começar a ser comercializada, o Mercedes Benz SLS AMG já ganhou alguns prêmios importantes: foi eleito pelos leitores das revistas “Bild am Sonntag”, “Auto Bild”, e outras 25 publicações européias, como o melhor superesportivo do ano. Como resultado, o automóvel ganhou o prêmio “Golden Steering Wheel”, que em português significa Volante Dourado, um dos mais importantes do segmento automotivo na Europa. O cobiçado prêmio foi entregue a Dieter Zetsche, presidente da Daimler AG e CEO da Mercedes-Benz automóveis, em Berlim, na Alemanha, no dia 04 de novembro.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0