Antes mesmo de começar, F1 pega fogo

Antes mesmo de começar a temporada de 2020 e depois de 2019 ter sido uma das mais competitivas e a de maior audiência de todos os tempos, a Fórmula Um já está pegando fogo. O hexacampeão Lewis Hamilton, sem duvida o melhor piloto da atualidade, está chamando à atenção e não é pilotando. É a briga pela renovação do seu contrato com a equipe Mercedes Benz. Lewis Hamilton quer um contrato de quatro anos e 55 milhões de euros (R$254 milhões) por ano. A Mercedes pelo que se sabe ofereceu dois anos de contrato e um salário menor.
para o todo poderoso da Red Bull, Helmut Marko,os alemães não estariam dispostos a pagar tanto dinheiro, apesar da importância que o piloto tem para a equipe e para a empresa.
Isso abre a porta para a Ferrari contratar o piloto inglês, já que há muito os dois vêm namorando.
A equipe mais importante da Fórmula Um, Ferrari, renovou por cinco anos o contrato com Charles Leclerc e Sebastian Vettel, que seria em tese o primeiro piloto do time, parece que não está mais agradando, o que abre um banco na equipe italiana.
Max Verstappen também renovou com a Red Bull por mais quatro anos.

 

 

 

 

 

 


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0