Campinas recebe Escola do Mecânico

escola mecanico

 

O mercado brasileiro da reposição é um dos maiores da América Latina, até 2020 o valor gasto pelo consumidor deverá chegar a R$ 142bi. A frota brasileira tem idade média acima de 10 anos e mesmo com o aquecimento das vendas de carros novos, os consumidores tem optado por manter a manutenção do seu usado em dia.

Mesmo com números tão animadores o mercado brasileiro sofre com a falta de profissionalização de seus reparadores. A maior parte da cadeia é composta por empresas familiares, que precisam de especializar para elevar a eficiência e rentabilidade.

A Escola do Mecânico, com sede em Campinas-SP, reúne os mais diversos cursos de capacitação e ou formação em mecânica. Reconhecida pelos maiores fabricantes nacionais, tem diversas parcerias que promovem cada vez mais o contato do aluno com o que há de mais moderno no mercado.

No dia 9 de novembro será inaugurado em Campinas o Centro Tecnológico de Capacitação “Escola do Mecânico”. São 1.300m², três andares e capacidade para receber 1.500 alunos. “Vamos trabalhar com empresas multinacionais de ponta da indústria de reposição. Fomos homologados para ser empresa de testes de equipamentos de ponta”, explica Sandra Nalli, fundadora da Escola do Mecânico.

Esta é a primeira Escola com estas características no Brasil. “Estamos a um passo de nos tornarmos uma Escola Técnica. Trabalhamos para ser referência no Brasil, quando o assunto for formação e capacitação de reparadores. Já iniciamos a montagem de uma célula em Salvador. A Escola caminha rápido, voltada a oferecer um futuro seguro aqueles que querem ser mecânicos ou mecânicas”, fala Nalli.

Além dos cursos tradicionais de Mecânica de Linha Leve, Linha Pesada e de Motocicleta, a escola está trazendo novos cursos como Preparação de Motor: Turbo Compressor; de Transmissão Automática e Automatizada, Mecânica de Gerenciamento Diesel; Elétrica, Injeção e Mecânica Diesel; Mecânica de Motos Alto cilindrada; entre outros. A Escola foi contratada, em comodato, por empresas multinacionais para receber novidades, que serão testados por seus professores e alunos. Esta é uma grande oportunidade para todos.

Em seus três andares, além de diversas salas de aula, com equipamentos modernos o Centro de Tecnologia possui salas reversíveis, que se transformam em auditórios e podem receber eventos.

“Iniciamos este ano, as tratativas junto ao MEC e buscamos toda a documentação necessária para que a nossa escola passe a ser Técnica já em 2018”, diz Laura Nalli, Gerente Educacional da empresa. “Hoje temos além de nossos cursos, projetos diferenciados para o mercado como o Emprega Mecânico”, o #Mulhertambempode, Treinamento InCompany, E-Learning.

Os alunos da Escola também aprendem sobre descarte ambientalmente correto. A Logística Reversa faz e fará ainda mais toda a diferença para os cuidados com o meio ambiente. Esta é uma diferenciação que os clientes valorizam em seus prestadores de serviço. (Dino)


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0