Ford Ka comemora 14 anos de sucesso

Em fevereiro passado, o novo Ka completou seu segundo ano de vendas no mercado brasileiro como o “carro chefe” da Ford no Brasil. O “hatch”

compacto teve papel importante, não só no crescimento das vendas anuais da Ford, que aumentaram de 259.930 unidades em 2008, para 304.024 veículos colocados no mercado em 2009, um acréscimo de 14,5%, mas, também, porque a marca passou a contar com um produto diferenciado no segmento de entrada.

Com 148.844 unidades vendidas no Brasil entre 2008 e 2009, o novo modelo representa 26,4% das vendas de carros da marca no País.

Dessa forma, a Ford Brasil comemora em 2010, a marca de quase meio milhão de veículos Ka comercializados de março de 1997, quando foi lançado, até hoje. Lançado há 14 anos atrás, o revolucionário Ka chegou com visual absolutamente inusitado, dentro do novo conceito batizado de “New Edge” pela Ford, oferecia  duas versões iniciais para o mercado brasileiro: a básica de 1.0 litro, com 51cv de potência e a “top de linha” CLX, com motor de 1.3 litro e 60 cv.

Quando a Ford Brasil se desligou da “joint-venture” Autolatina, em 1995, a empresa ficou praticamente sem produtos no País. Correu à Espanha e trouxe, no mesmo ano, da fábrica de Valência, o Ka que se tornou primeira alavanca para oferecer novos produtos da marca no mercado nacional. Foi o primeiro lançamento da Ford no segmento de carros compactos – chamados de “populares” com motor de 1.000cc.

O Ka, nome que significa, numa tradução livre, “espírito que anima todos os seres vivos”, ou do egípcio – Alma ou Espírito,  era equipado com motores da família Endura-E de 1,0 e 1,3 litro. No ano 2000, a Ford introduziu no Ka o motor 1,6 Zetec RoCam, com 65 cv de potência que conferiu mais agilidade ao veículo, principalmente pelo bom torque já a partir de baixos regimes de giro.

Além das mudanças estéticas, o novo Ka teve sua capacidade de carga aumentou, comportando agora 3 passageiros no banco de trás. Para um carro “de entrada” (usualmente o primeiro veículo 0Km de muitas pessoas), trouxe diferenciais interessantes no modelo básico, como alarme volumétrico, controle remoto de abertura das portas e do porta-malas com botão localizador, jogo de chave/cilindro anti-furto (que impossibilita a partida no carro sem a chave correta), luz de advertência da revisão programada (o condutor é avisado no painel quando o veículo se encontra em período de revisão, seja por quilometragem ou por tempo de compra), travamento automático das portas a 15km/h e travamento central elétrico das portas.

O resultado da engenharia da Ford se traduziu em recordes de vendas:

em 2008 – 64.881 unidades e, em 2009 – 83.954 veículos colocados no mercado. Sempre entre os “top 10” mais vendidos do País, o Ka lidera as vendas da gama de veículos produzidos pela Ford no Brasil e depois de 14 anos no mercado alcança, no mês de março, meio milhão de unidades comercializadas.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0