Motor de 3 cilindros da Ford surpreende

Ka_Concept
O novo Ka, que a Ford lançará no final de agosto, é o carro compacto de menor consumo de combustível do País, tanto com etanol como com gasolina, de acordo com os dados divulgados pelo Inmetro/CONPET, dentro do PBEV – Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, do governo federal. O modelo da Ford, classificado na categoria de compactos pelas suas dimensões, foi avaliado com ar-condicionado, equipamento que é uma tendência entre os consumidores.
O novo modelo obteve classificação máxima de eficiência “A”, tanto dentro da categoria de compactos quanto no ranking  geral de todo o programa (1,56 MJ/km).  Por isso, conta com o Selo de Eficiência Energética CONPET.
O Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular normaliza a metodologia e audita as informações de consumo e emissões fornecidas pelos fabricantes, classificando seu desempenho nos níveis de A a E, do melhor para o pior. O novo Ka recebeu o selo A de eficiência energética, com os melhores resultados do seu segmento. Ele tem rendimento de 8,9 km/l com etanol e 13 km/l com gasolina na cidade, e de 10,4 km/l com etanol e 15,1 km/l com gasolina na estrada.

Novo motor

O principal responsável pelo rendimento do Ka, é o motor 1,0 litro de 3 cilindros e com duplo comando. O novo motor Ford 1.0 tem potência e torque superiores, tanto comparado com os modelos de quatro cilindros. Ele gera 85 cv (@ 6.500 rpm) e torque de 105 Nm (@ 4.500 rpm) com etanol e 80 cv (@ 6.500 rpm) e torque de 100 Nm (@ 3.500 rpm) com gasolina. Entre os avanços tecnológicos, ele traz duplo comando de válvulas variável tanto na admissão como no escapamento, com quatro válvulas por cilindro, sistema eletrônico de partida a frio “Ford Easy Start”, sistema de arrefecimento em dois estágios, correia primária com funcionamento em óleo, taxa de compressão de 12:1 e coletor de escape integrado ao cabeçote.
A sua tecnologia eletrônica de partida a frio, desenvolvida para a aplicação flex, promove o aquecimento controlado do etanol em temperaturas inferiores a 18ºC e dispensa o tanquinho extra de gasolina. O arrefecimento de duplo estágio reduz o tempo de aquecimento para o motor atingir a temperatura ideal de trabalho, reduzindo ao mesmo tempo a viscosidade do óleo e o atrito. A correia lubrificada reduz o coeficiente de atrito e, além de ter funcionamento silencioso, dispensa manutenção.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0