Peugeot reedita série para 308, 3008 e 308 CC

peugeot-roland-garros-gamme-serie-speciales-en

A Peugeot apresenta para o mercado nacional a série especial Roland Garros, limitada a 200 unidades do hatchback médio 308, 50 do crossover 3008 e outras 50 do conversível 308 CC. A série é baseada nas versões topo de linha dos modelos, o que torna o 308, o 3008 e o 308 CC ainda mais equipados e exclusivos. Em comum, possuem bancos em couro na cor Guerande (cinza claro) e o logotipo oficial do campeonato de tênis bordado no encosto dos assentos e aplicado na carroceria.
images

Cada modelo da série especial tem peculiaridades que ressaltam o glamour de um dos mais tradicionais eventos dom tênos mundial. À esportividade característica do hatch 308, somam-se carpetes bordados, rodas de 17 polegadas exclusivas com acabamento escurecido e capa cromada dos retrovisores externos. Outros equipamentos de série do veículo também se destacam, como seis airbags, controles eletrônicos de estabilidade e tração, sensor de estacionamento traseiro, luzes diurnas em LEDs, teto panorâmico de vidro e WIP NAV (sistema de GPS integrado ao painel, com tela colorida multifunções de 7’’ retrátil eletricamente), entre outros. O preço base é R$ 76.690.

peugeot_3008-roland-garros-2012_r1

No 3008 , se destacam os faróis de xênon autodirecionais em moldura de máscara negra, banco do motorista com ajuste elétrico, sensor de estacionamento dianteiro, tapetes personalizados com o logo do torneio e rodas exclusivas de 17 polegadas. A ampla lista de equipamentos conta ainda com sistema WIP NAV, ar-condicionado automático digital bizone, piloto automático e regulador de velocidade, Head-upDisplay, entre outros. Preço sugerido: R$ 98.990.

Peugeot-308-CC-Roland-Garros-White-Main

Já o 308 CC  traz rodas de liga leve escurecidas de 18 polegadas, faróis de xênon autodirecionais em moldura de máscara negra, tapetes personalizados com o logo Roland Garros, incluído também no Windstop, uma rede que suprime a turbulência de ar na cabine. O 308 CC agrega os itens dos outros veículos da série especial, além de sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, capota retrátil automática e sistema Airwave, que aquece a nuca dos passageiros dianteiros por meio de um fluxo regulável de ar. Tudo isso por R$ 131.990,00.

Motores

Os modelos da série especial Roland Garros são equipados com o motor THP (Turbo High Pressure), fabricado em bloco de alumínio e cabeçote composto de 16 válvulas com comando de admissão variável e balancins roletados.  Esse motor é alimentado por um sistema de injeção direta de gasolina que desenvolve 165 cavalos de potência a 6.000 rpm. Com torque máximo de 24,5 mkgf disponível a 1.400 rpm, oferece ao condutor força e segurança em ultrapassagens e retomadas de velocidade. Acoplada a essa motorização encontra-se a caixa automática sequencial de seis velocidades.
A série especial Roland Garros será oferecida na cor branca, sendo o 308 em tonalidade sólida (“banquise”) e o 3008 e o 308 CC perolizadas (“nacré”).

Parceria

A afinidade da Peugeot com o tênis nasceu em 1984, quando a matriz firmou associação com a Federação Francesa. Desde então, a Peugeot vem realizando uma série de ações envolvendo o Torneio de Roland Garros (realizado em Paris e um dos quatro grandes campeonatos que compõem o Grand Slam de Tênis), que incluiu séries especiais para os modelos 205, 405 e, mais recentemente, para o 207 CC, 308 CC e 3008 HYbrid4 (primeiro veículo híbrido movido a diesel do mundo), além de scooters e bicicletas.
No Brasil, a marca reforçou sua ligação com o esporte ao firmar, em 2011, uma parceria com a Confederação Brasileira de Tênis, tornando-se a fabricante de automóveis oficial em uma série de torneios durante todo o ano, como Brasil Masters Cup, Campeonato Sul-Americano Interclubes, Banana Bowl, Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil, Copa das Federações e Circuito Nacional de Tênis Infanto-Juvenil, entre outros. Com isso, atletas e comissão técnica foram transportados em veículos Peugeot.
O Torneio de Roland Garros começou a ser disputado em 1891. Seu nome homenageia um dos pioneiros franceses na aviação. Além de Gustavo Kuerten, único brasileiro campeão masculino nas Simples (1997, 2000 e 2001), o país tem outros dois campeões: Maria Esther Bueno (dois títulos de duplas, feminina e mista, em 1960) e Thomas Koch (duplas mistas, em 1975).

 

 


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0