Porsche mostra Cayenne híbrido nos EUA


A Porsche apresentará a nova geração do SUV Cayenne, incluindo a versão híbrida a gasolina e elétrica, ao mercado norte-americano no dia 31 de março, durante uma conferência para a imprensa na Exposição Internacional de Automóveis de Nova York.

Liderados por um modelo híbrido de tecnologia avançada, todos os modelos da linha Cayenne oferecem mais desempenho, porém com menor consumo de combustível e produzindo menos emissões. A linha Cayenne terá quatro modelos: Cayenne, Cayenne S, Cayenne Turbo e Cayenne S Hybrid. Os modelos S e Turbo começarão a ser vendidos em junho; Cayenne e Cayenne S Hybrid estarão nas concessionárias a partir do mês de setembro. Todos os novos Cayenne incorporam a filosofia de desempenho inteligente da Porsche.

“A filosofia de desempenho inteligente da Porsche é mais do que um simples slogan. Ela é nada menos do que a Porsche se mantendo atualizada com o ambiente automotivo atual, ao reduzir dramaticamente as emissões, se tornando mais ecológica e economizando combustível”, explicou Detlev von Platen, Presidente e Diretor Executivo da Porsche Cars North America. “Isto será realizado através de tecnologia e ideias inovadoras, do mesmo modo que temos feito por toda a história da nossa empresa, mostrando que na Porsche o desempenho e a eficiência elevados não são termos contraditórios”.

O exterior do Cayenne não deixa qualquer dúvida que ele faz parte da família Porsche. Suas características esportivas ficam evidentes por todos os ângulos, e seu formato e destaques Porsche são ainda mais distinguíveis. Ele tem aproximadamente 9 cm de comprimento a mais que o modelo anterior, enquanto a distância entreeixos cresceu 4 cm, assegurando mais espaço interno e maior versatilidade. Mesmo assim, apesar de seu exterior ser maior, este Cayenne de nova geração parece ainda mais compacto e dinâmico.

Graças a uma combinação especial de materiais, bem como mudanças no conceito geral do veículo, como um sistema de tração nas quatro rodas completamente novo, o peso de todos os modelos foi reduzido. Apesar de contar com padrão ainda mais elevado nas características de segurança, o Cayenne S, por exemplo, pesa quase 180 kg menos, o que não apenas melhora o consumo de combustível e reduz as emissões, como também reforça o desempenho, agilidade e manuseio do carro.

Por dentro, o interior luxuoso conta com um console central que, assim como no Panamera, se inclina de modo a ir de encontro ao centro do painel de instrumentos e inclui uma interface com tela sensível ao toque para informações e entretenimento. O conjunto tradicional de cinco instrumentos circulares da Porsche no painel de instrumentos inclui uma tela TFT circular de alta resolução à direita do conta-giros. Ela pode ser usada para mudar as estações de rádio, os ajustes do veículo, para acessar o sistema de navegação ou para visualizar o mapa. Houve também melhora no conforto dos bancos de trás: o banco desliza 16 cm para frente e para trás e o encosto do banco pode ser ajustado.

Cayenne S Hybrid

O Cayenne S Hybrid de alta tecnologia que está sendo lançado na exposição em Nova York conta com um sofisticado sistema híbrido integral em paralelo. Com uma potência combinada de 380 cv gerada pelo motor a combustão V6 com supercompressor e um motor elétrico, o Cayenne S Hybrid combina o desempenho de um motor V8 com a economia de um V6.

Através de interação contínua entre o motor V6 de 3,0 litros com supercompressor e o motor elétrico, o Cayenne S Hybrid se concentra em obter eficiência máxima. Dependendo das condições de direção, qualquer um dos motores pode operar independentemente ou em conjunto. O motor elétrico com 47 cv de potência é o parceiro ideal para o motor de 333 cv de potência, que produz um torque elevado com baixas velocidades do motor. Com um torque máximo de 580 Nm a apenas 1.000 rpm, o desempenho do Cayenne S Hybrid está no mesmo nível que um Cayenne S com motor V8.

Os dois motores do Cayenne S Hybrid estão conectados por uma embreagem de desengate. Um controle do sistema híbrido coordena constantemente a interação complexa entre os dois motores, e o gerenciamento inteligente da embreagem faz com que a transição ente os dois modos de direção seja feita de maneira imperceptível. Assim como muitos veículos híbridos, o Cayenne S Hybrid pode cobrir distâncias curtas usando apenas eletricidade, sem emissões e barulho até alcançar uma velocidade de 60 km/h. Para uma aceleração agressiva, o motor proporciona um reforço adicional ao motor a gasolina.

O Cayenne de nova geração elevou os padrões de eficiência e desempenho. Comparado com os modelos anteriores, o consumo de combustível teve uma redução de 23%, de acordo com o novo ciclo de direção europeu (NEDC), além de redução nas emissões de CO2. Os valores reais de economia de combustível certificados pela agência norte-americana de proteção ambiental (EPA) estarão disponíveis quando os carros forem colocados à venda na América do Norte no mês de julho.

A nova transmissão automática Tiptronic S de oito marchas com uma ampla gama de relações de marcha e a função Automatic Start Stop (apresentada pela primeira vez no Panamera) contribuem para com esses aperfeiçoamentos, bem como o gerenciamento térmico eficiente dos circuitos de resfriamento do motor e da transmissão, recuperação da rede elétrica a bordo, interrupção variável da injeção de combustível quando da desaceleração e a construção inteligente de baixo peso do Cayenne.

O Cayenne conta com motor V6 de 3,6 litros com 300 cv de potência. Quando combinado com o novo Tiptronic S de oito marchas, consome 20% menos combustível em comparação ao modelo anterior.

O consumo de combustível teve também uma redução significativa no Cayenne S. Seu motor V8 de 4,8 litros produz uma potência de 400 cv, 15 cv a mais que antes.

O Cayenne Turbo, com seu motor V8 de 4,8 litros com turbocompressor duplo, desenvolve 500 cv de potência e também consome menos combustível que antes, mesmo contando com melhor desempenho e aceleração.

Três novos modelos da Porsche também serão lançados em Nova York. Um deles é o roadster Boxster Spyder, um carro ágil, leve e dinâmico e com características mais puras de um roadster da Porsche, pesando apenas 1273,3 kg – o mais leve Porsche vendido ao público. O 911 Turbo Cabriolet 2011, com motor de 3,8 litros e 500 cv de potência, também será mostrado, sendo esta a primeira vez que o 911 Turbo conta com um motor completamente novo desde que foi lançado há 35 anos. O novo Porsche Panamera, o primeiro Gran Turismo de quatro portas da empresa, também será mostrado em Nova York.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0