Classe C tem agrada pelo preço e desempenho

Quando pensamos em carros de luxo, com preço mais ou menos acessível, sempre recai nos carros alemães Mercedes Benz, Audi e BMW. Modelo de entrada da Mercedes Benz classe C no Brasil, o C180 CGI (Charged Gasoline Injection) é mais ou menos um bom exemplo disso, mas com uma vantagem: tem preço acessível. Logicamente se levando em conta que é importado e é uma Mercedes Benz. Por 118 mil reais você pode estacionar bonito um modelo da marca alemã na sua garagem.

Diferente do irmão C 180 K, que custa dois mil a mais, o CGI tem motor com turbo compressor, que é movido pelos gases gerados do escapamento, ao invés do modelo Kompressor, que tem compressor que é acionado por correia ligada diretamente ao motor. A única desvantagem é uma pequena demora na reação, coisa quase despercebida para a grande maioria dos motoristas. O desempenho do C180 é superior aos modelos da sua categoria e se destaca, quando usado de maneira tranquila, pela economia de combustível.

O motor é um quatro cilindros, de 1796 centímetros cúbicos, 156 cavalos de potência máxima a 5 mil rpm e câmbio automático de sete velocidades. Durante a avaliação, o C180 CGI atingiu a velocidade máxima de 224 km/h e acelerou de 0 a 100 km/k em 8,7 segundos. São números muito bons para a sua categoria. Para completar esses números de desempenho, outro interessante é o de aceleração, que registrou de 60 a 100 km/h, 4,5 segundos.
Outros números interessantíssimos é o caso do consumo: O CGI, Charged Gasoline Injection, tem injeção direta de combustível com alta pressão, destinando o combustível diretamente nas câmaras de combustão, na quantidade exata, não gerando desperdícios. Isso é comprovado pelos números. Na cidade faz 9,6 km/l e na estrada 13,1 km/l. São marcas de carros de baixa cilindrada e mais leves, e sem todo o conforto e status de uma Mercedes Benz.

 O design do C 180 CGI é muito elegante e bonito, mantendo o tom clássico da marca, mas com uma leve tendência para o esportivo. Ou seja, o modelo agrada praticamente todos os consumidores.

Por dentro, levando-se em conta a sua categoria, o modelo é muito espaçoso e acomoda muito bem quatro passageiros. O espaço para os passageiros do banco traseiro, desde que o motorista e acompanhante dianteiro não seja uns gigantes, é excelente.

A posição de dirigir é boa e é fácil achar o ponto ideal. O volante tem boa empunhadura, diversos comandos no centro, regulagem de altura e de profundidade e um plástico preto na parte inferior que poderia ser de melhor qualidade. Os bancos de couro acomodam bem o motorista, mas lamentavelmente não tem comando elétrico de distancia, só de altura e encosto. Para uma Mercedes Benz é estranho.

Outra coisa que fica devendo para um carro de sua categoria, e hoje disponível até em carros quase populares, é a falta de sensor de estacionamento. Para um sedan desse tamanho, iria ajudar muito. E não tem, na tela central, nenhum tipo de navegação. E estamos falando de um carro de luxo e de 118 mil reais. Mais que isso: é uma Mercedes Benz.

 Os comandos estão bem ao alcance do motorista, fazendo a condução muito prazerosa. A estabilidade é, como convém a uma Mercedes Benz, muito boa e transmite tranqüilidade em quase todas as situações, mesmo em velocidades mais elevadas. Para quem deseja um carro com bom desempenho, econômico, design atraente e por um preço razoável, o C180 CGI é uma das melhores opções no mercado. Afinal, é uma Mercedes Benz.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0