Start your engines


Vai começar! Finalmente chegou a São Paulo o circo da Fórmula Indy. Aguardada com grande ansiedade, uma das duas categorias top do automobilismo mundial deve ser mais reverenciada que nos últimos tempos. Apenas e tão somente por conta da intolerância da Fórmula 1 em não deixar esse evento acontecer no autódromo de Interlagos, por ela considerar que duas categorias top não devem ocupar o mesmo espaço, as ruas da região norte da cidade acabam pagando o pato.

Gosto de circuito de rua, acho desafiador e separa realmente os pilotos dos motoristas, mas num país como o Brasil e numa cidade como São Paulo é muito arriscado ter que se submeter a uma condição por conta apenas dos desejos pessoais de algumas pessoas. Talvez esses dias de agonia sem êxtase estejam contados, a recente pressão de Bernie Ecclestone contra o autódromo de Interlagos, ameaçando ir para outro estado, abra definitivamente a porta para que a Indy seja disputada na pista de verdade, e com a possibilidade de se escolher entre o misto e o anel externo.

Intransigências à parte, o que vale mesmo é a festa! Esse ano os pilotos brasileiros chegam cheios de esperança e condições de realmente fazer uma corrida digna do público que acompanha as disputas no Anhembi, uma vitória não seria nada mal para coroar a audácia do evento e a atual boa fase do Helinho, líder do campeonato e um dos favoritos para vencer aqui. O outro, além dos gringos of course, é o Tony. O bom baiano é um trabalhador de sol a sol, deve fazer uma corrida com o coração pra superar a deficiência da equipe, mas, ora, isso faz parte do show! Com menos chances está a Bia, ela fez poucas corridas com o novo modelo do carro e se encontra, digamos, em re-adaptação à categoria. Quem sabe numa dessas a madame Figueiredo não surpreende? Essa é a graça da Indy, de repente o inesperado acontece, é uma categoria bem ao estilo americano, a terra das oportunidades que realmente são para todos.

Na semana que vem vou fornecer um relato da minha primeira corrida dessa categoria assistida in loco. Já vi, ao redor do mundo, centenas de outras categorias ao vivo, só a Fórmula 1 foram 18 anos seguidos trabalhando em São Paulo, diversas fórmulas menores mas nunca havia tido a oportunidade de ver a Indy de perto, agora que surgiu a oportunidade num circuito pra lá de interessante, portanto, me segura que eu quero ver!

O que eu também quero ver é a MotoGP na fantástica Jerez de La Frontera, também nesse fim de semana. Como é uma pista onde todos treinam, a coisa vai ficar pra lá indefinida. Dedos cruzados para que o Eric Granado consiga finalmente um bom resultado.

A gente se encontra na semana que vem!

Beijos & queijos

e-mail: coluna.site@gmail.com
Follow me on twitter: @borrachatv


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0