Em Detroit, Mercedes-Benz apresenta S600 de 530 cv

 

mercedes

 

A Mercedes-Benz apresenta mundialmente no Salão de Detroit (EUA), o S600. O sedã de luxo chegará ao mercado global em março. Com potência de 530 cv, o motor V12 biturbo do S 600 é ainda mais forte que seu predecessor, que contava com 517 cv. A cilindrada do motor foi aumentada de 5.513 para 5.980 cm³. O torque máximo, de 830 Nm, está disponível a partir de 1.900 rpm. Pela primeira vez, o S 600 conta com função ECO start/stop de série, ao mesmo tempo em que já atende aos padrões de emissões Euro 6. O consumo combinado do S 600 se destaca: 11,1 litros por 100 quilômetros, 21 por cento menor que o da versão anterior (14,1 l/100 km).

O número “600” tornou-se há muito uma lenda na história do automóvel: o modelo 600 (W 100), lançado em 1963, foi o primeiro veículo de passageiros da Mercedes-Benz com motor V8 com injeção de combustível. Esse mesmo motor, potente (250 cv) e refinado, também foi usado, a partir de 1967, na série de modelos W 109 (no topo de linha 300 SEL 6.3). Outros modelos top a apresentar um motor V8 incluem o 450 SEL 6.9, da série de modelos 116 (286 cv) e o 560 SE na série 126 (300 cv na versão ECE). O modelo 600 SE na série de modelos 140, de 1991, marcou a introdução do primeiro motor com doze cilindros de série em um carro de passeio da Mercedes-Benz. O M 120 gerava 408 cv, com seis litros de cilindrada, e iniciou a tradição de unidades V12 como motores topo de linha na Classe S. Desde a série 220, a Mercedes-Benz também tem oferecido versões otimizadas pela AMG, particularmente esportivas, com motores V8 e V12, no topo da gama da Classe S, na forma do S 63 AMG e S 65 AMG.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0