Giuletta comemora os 100 anos da Alfa Romeo

Um dos carros italianos mais marcantes de todos os tempos, o Alfa Romeo Giulietta, e suas diversas versões, ganha uma nova vida. Tão comum nos últimos tempos, a “reencarnação” de velhos modelos com estilo atualizado, o caso do Fiat Cinquecento, Mini e VW New Beetle, o Giulietta não é simplesmente mais um desses: não é simplesmente mais um carro, é um Alfa Romeo.

Desenvolvido no Centro de Estilo Alfa Romeo, o novo Giulieta é um hatchback compacto de cinco portas, que não só recupera um nome lançado nos anos de 1950, pela casa de Arese (o Centro de Estilo da época), mas trás de volta o design agressivo e esportividade dos modelos. O novo Alfa Romeo será apresentado no próximo mês de março, durante o Salão de Genebra.

O modelo concorrerá num dos mercados mais importantes da Europa, o segmento “C” e substituirá o maravilhoso 147. Seguindo o novo design incorporado pela marca, introduzido com o 8C Competizione e com o estilo do Alfa MiTo, o Giulieta tem design agressivo, esportivo e bonito. O estilo coupé e a traseira forte são um colírio para os olhos. Ou melhor, torna os dias de quem o vê, mais alegres e harmoniosos. Imagine para quem o possui.

A maior diferença entre o Giulieta e o MiTo, pelo menos na parte frontal, são os faróis com a tecnologia de LED e o maior tamanho, porque de resto, é muito parecido. Embora as proporções das carroçarias de ambos sejam diferentes. A linguagem estilística é a mesma que foi inaugurada pelo 8C Competizione. O velho e forte logo da marca italiana apresenta nova leitura.

A marca italiana aposta alto no novo modelo, por isso o carro é muito bem equipado e segue a tendência de tecnologia, luxo e esportividade da marca. Por sinal, em termos de tecnologia, o Giulieta oferece muito, mas em particular um sistema que permite o motorista selecionar o que deseja em termos de dirigibilidade. No console central, um botão denominado de DNA, permite a seleção dos modos “Dynamic”, “Normal” e “All Weather”.

De serie em todas as versões, permite a cada alteração mudar o comportamento do motor, câmbio, direção, do diferencial eletrônico e da suspensão. O novo Giulieta contara com quatro motores inicialmente, todas com turbocompressor: 1.4 litro, gasolina, de 120 cv; 1.4 MultiAir, gasolina, de 170 cv; 1.6 JTD, diesel, 105 cv; e 2.0 JTD, diesel, 170 cv.

No futuro a sempre esperada versão top, a Quadrifoglio, com 235 cv.  Porém, o novo Alfa Romeo Giulieta tem mais uma tarefa importante: será o carro das comemorações do centenário da marca italiana, que começou as suas atividades em 1910.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0