Ford Motor Company comemora 92 anos de Brasil

No Brasil rural de 1919, investir na montagem local de automóveis só poderia ser ideia de um louco ou visionário. Henry Ford provou que estava na segunda categoria. Esta semana, a Ford completou 92 anos de operação ininterrupta no Brasil, onde foi a primeira montadora a se instalar. Essa ousadia é uma das razões que mantém a marca à frente das tendências da tecnologia automotiva global, hoje guiada por seus quatro pilares: qualidade, segurança, sustentabilidade e criatividade.
Duas datas marcam o pioneirismo da Ford no País: 24 de abril, quando Henry Ford propôs a criação da subsidiária brasileira, e 1º de maio, quando o presidente da República do Brasil, Epitácio Pessoa, autorizou a sua instalação. Hoje, o Brasil é o terceiro maior mercado mundial da Ford, atrás dos Estados Unidos e do Reino Unido, e responde por um dos cinco Centros de Desenvolvimento de Produto da marca em todo o mundo, equipado para atender não só a América do Sul mas também outros mercados globais.
O crescimento da Ford no Brasil tem sido impulsionado pela renovação da linha de produtos, que nunca foi tão rápida. Ela é uma das mais completas do País e entra agora em um novo patamar com a introdução de plataformas globais. Exemplos dessa estratégia são os recentes lançamentos do New Fiesta, no segmento dos compactos, e do Fusion Hybrid, o primeiro híbrido total no mercado brasileiro, combinando propulsão elétrica e a combustível.
A Ford acaba de renovar também a sua principal linha de caminhões. O Novo Cargo 2012, lançado este mês, teve o projeto desenvolvido pela engenharia local com cabine totalmente nova e moderna, incluindo a opção leito, interior remodelado e transmissões sincronizadas. A Série F completa a oferta de caminhões Ford no mercado nacional, junto com a Transit, com os modelos van de passageiros, furgão e chassi no segmento de comerciais leves.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0