Honeywell comemora uma década do motor turbo de um litro

A Honeywell Turbo Technologies comemorou, em sua fábrica instalada em Bonsucesso, Guarulhos, SP, dez anos do lançamento do turbo Garrett GT 12, no mercado brasileiro, utilizado no motor 1.0 dos automóveis Gol Turbo e Parati Turbo. O projeto fez do motor Volkswagen 16V a primeira ação efetiva do processo de downsizing, atualmente adotado pela indústria automobilística mundial para a redução das emissões de CO2 (dióxido de carbono) por intermédio da aplicação do sistema de sobrealimentação e, consequentemente, do menor tamanho dos motores devido ao melhor desempenho obtido.
Christian Streck, gerente de engenharia da Honeywell Turbo Technologies, informou que o desenvolvimento do programa do turbo Garrett GT 12 para a Volkswagen representou uma importante marca na história da empresa. O êxito do projeto motivou a Honeywell internacional a utilizar uma Parati Turbo brasileira em apresentação às montadoras norte-americanas como exemplo de tendência para o mercado mundial para a redução de consumo de combustível e da preservação do meio ambiente.

De acordo com Streck, o projeto do motor 1.0 Turbo foi um exemplo da visão e da criatividade da engenharia brasileira que, há dez anos, já previa a necessidade de preservação ambiental por intermédio da redução do consumo de combustível dos veículos. “O que fizemos no final dos anos 90 é atualmente perseguido por grande parte da indústria automobilística mundial, que recorre à redução da cilindrada dos motores para obter ganhos com a economia de gasolina e atingir o nível de redução de emissão de CO2”, salientou.

O motor 1.0 Turbo atingiu torque de 155 Nm, a 2.000 rpm, e potência de 112 cv, uma das mais elevadas do mundo para automóveis de passeio de produção em grande série, com níveis iguais a de motores 2,0 litros. Em termos de consumo de combustível, obteve 11,5 km/l em ciclo urbano e 16,5 km/l em ciclo rodoviário.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0