Novo Renault Duster melhorou muito

 

A Renault escolheu a cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná, assim como fez na primeira geração, para apresentar a linha Duster 2021. E o modelo chega totalmente renovado, tanto na dianteira como na traseira, com muitas novidades na parte interna e equipado com mais tecnologia. São três versões, Zen, Intense e Iconic, com preços entre R$ 71.790 e R$ 87.490. Quase dez anos após o seu lançamento no mercado brasileiro e com mais de 385 mil unidades produzidas no Brasil, o novo Duster está de “cara nova”, com novos faróis em led e nova grade cromada. As laterais ganharam novo visual e o espaço dos vidros está menor. Para completar, as lanternas traseiras receberam novo desenho, assim como para-choque e tampa do porta-malas.

Novo Renault Duster 2021. Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem / Renault

Em resumo ficou mais robusto, mas manteve a essência da versão comercializada atualmente. As dimensões continuam as mesmas: 4,37 metros de comprimento, 1,83 metro de largura, 1,69 metro de altura, 237 mm de altura. Para a nova linha, a Renault não oferecerá nenhum modelo com tração 4×4, explicando que as vendas com esse sistema não foram significativas. E acredita que o novo Duster tem atributos de sobra para enfrentar os caminhos selvagens: 237 mm de altura do solo, 30° de ângulo de ataque e 34,5° de ângulo de saída.

A parte interna não foi esquecida pelo departamento de design e também chega totalmente renovada, com novos materiais, acabamento superior ao da linha anterior. Há novas tecnologias em segurança ativa, segurança passiva e também para o conforto do motorista e dos passageiros. Novidade ainda no console, nos botões, nos tecidos dos bancos e na direção, agora 100% elétrica, com regulagem de altura e de profundidade. O sistema multimídia está mais moderno seguindo os padrões do Clio 5 e do Captur na Europa.

A versão de entrada, Zen, tem preço a partir de R$ 71.790 com câmbio manual de 5 marchas e de R$ 77.790 com câmbio CVT de 6 marchas; a Intense, com câmbio CVT, tem preço a partir de R$ 83.490; e a topo de linha, Iconic, também com câmbio CVT, custa a partir de R$ 87.490. Todas as versões são equipadas com o mesmo motor da linha atual, ou seja, 1.6 SCe (Smart Control Efficiency), que desenvolve 120 cavalos de potência máxima, porém agora com sistema Start & Stop.

O motor é em alumínio e conta com duplo comando de válvulas variável, o que melhora o torque nas baixas rotações. Segundo a Renault, o motor de dois litros foi descontinuado e uma versão turbo não está nos planos da engenharia por enquanto.

O único ponto negativo nessa versão 2021 do Duster está no tanquinho de gasolina, para as partidas a frio, mantido pela fabricante. Inaceitável para um modelo 2021. Há carros de entrada, com custo bem menor, que já aboliram o famoso “tanquinho”.

Mas no geral o novo Duster agradou. Está mais gostoso de dirigir com a direção agora 100% elétrica e muito mais silencioso na parte interna. O câmbio CVT foi regulado e a capacidade off road foi aumentada. A plataforma está 12,5% melhor em rigidez torsional. Durante o test drive realizado, pudemos sentir um pouco essa melhora para enfrentar obstáculos em uma pista improvisada. A Renault acredita que o comprador do Duster não enfrentará trilhas muito selvagens, de acordo com pesquisas realizadas.

Para completar, a cor de lançamento do Duster é a Marrom Vison, mas o consumidor pode escolher entre mais sete opções: Bege Dune, Azul Iran, Vermelho Vivo, Branco Glacier, Prata Étoile, Cinza Cassiopée e Preto Nacré.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0