Uno Cabrio é um dos destaques do estande da Fiat

 

No estande da Fiat Automóveis no Salão do Automóvel de 2010, quatro carros chamaram à atenção. O futuro lançamento da Fiat brasileira, o Bravo e os Uno Sporting, Cabrio e o conceito Mio. Desenvolvido com a interatividade entre os engenheiros da fábrica e milhares de internautas, o Fiat Mio começou a ser desenvolvido a partir da concepção do design, até a escolha dos materiais, inovações e diversos recursos para o veículo, inspirados na discussão sobre o futuro do carro e o carro do futuro. Desde agosto de 2009 a outubro de 2010, mais de dois milhões de pessoas, de 160 países, visitaram o portal, onde 17 mil se cadastraram e mais de 10 mil idéias foram postadas, ajudando assim a construir o novo carro conceito da Fiat na América Latina.

Batizado de Fiat Mio (meu em italiano) é o terceiro carro conceito desenvolvido totalmente no Pólo de Desenvolvimento Giovanni Agnelli (Betim/MG), e único em todo o mundo desenvolvido a partir de sugestões de internautas de diversos cantos do planeta. Este é o verdadeiro carro mundial, que atende aos anseios do consumidor em geral.

Desenvolvido em uma plataforma aberta, que utiliza licenças Creative Commons, o projeto é mais flexível quanto aos direitos autorais. Este carro conceito é um estudo livre das necessidades e idéias de todos os participantes do projeto, que vão desde o cidadão comum até os amantes incondicionais dos automóveis.

A concepção de um carro junto aos internautas foi uma quebra de paradigmas. Principalmente para uma indústria como a automotiva, onde o segredo pode significar muitos pontos percentuais de market share. Foi a primeira vez que um fabricante global deixou seu processo de desenvolvimento tão transparente.

Após a compilação dos dados obtidos virtualmente, começou a ser definido o que os consumidores imaginaram como o carro ideal. Ele deveria ser um veículo urbano, compacto e econômico. Em termos de sustentabilidade, ele deveria usar energia limpa e materiais ecológicos. Em se tratando de informação, ele deveria ter, no mínimo, integração com celular, media player, GPS e outros gadgets via um sistema operacional próprio. Para complementar, tela de controle touch screen, head-up display (HUD) e autodiagnóstico.

A diversidade de idéias e sugestões obrigou a Fiat a trabalhar em duas frentes diferentes no desenvolvimento do design do FCC III. Elas foram denominadas Precision e Sense, exatamente para poderem dar um direcionamento e retratar a dualidade das sugestões.

A Precision foi orientada para linhas mais exatas, realçando o caráter futurista do automóvel. Essa corrente tinha configuração e design mais próximos do entendimento do consumidor. Em contrapartida, a linha de pensamento Sense observou linhas mais orgânicas, baseadas na natureza, com design mais livre e ousado. Analisadas ambas as proposições, a direção sinalizada pelos internautas levou à escolha da linha Precision, que predomina no carro conceito presente no Salão. Mas como as duas linhas foram muito bem aceitas, o conceito Sense não foi inteiramente descartado. Tanto que algumas das suas soluções foram transferidas para a versão Precision.

A vertente Precision caracteriza externamente o modelo por um design clean, funcional, quase minimalista, onde o destaque fica por conta da grande área envidraçada, com excelente visibilidade e vidros inteligentes que controlem a incidência de luz. O dinamismo da linha de cintura colabora para alongar seu perfil, e a parte traseira acentua sua impressão de robustez. Na parte frontal, as laterais e os faróis formam um conjunto que cria uma imagem de força. A customização engloba também modularidade, o que possibilita alterar as configurações do carro.

O FCC III, o Fiat Mio, tem as rodas cobertas por grandes calotas, numa clara evidência da busca pela melhoria aerodinâmica. Lanterna e faróis foram posicionados de forma a simplificar suas formas sem, no entanto, comprometer a beleza das suas linhas.

Seu interior também observa uma nova experiência de design. Inspirado em um lounge, ele tem ambiente arquitetônico e inovador. Interfaces e gadgets estão ergonomicamente dispostos e acessíveis. Os bancos foram inspirados em sofás e o volante ganhou novo formato e novas funções, passando a ser uma central de comandos. A arquitetura do seu interior obedeceu a conceitos que proporcionam maior espaço e comodidade para até dois usuários. Tudo foi projetado para um mundo onde o motorista pode ser simplesmente um passageiro e ter o veículo controlado por vias inteligentes.

As dimensões do Fiat Mio são: 1.560 mm de largura, 1.530 mm de altura e comprimento de 2.500 mm.

Mas a porta voltada para colaboração dos internautas pernace aberta. O portal www.fiatmio.cc continuará a receber idéias e a mostrar soluções para o futuro do meio automotivo.  Consumidores, formadores de opinião, especialistas, acadêmicos, qualquer pessoa em qualquer parte do mundo podem contribuir.

Uno Sporting

 Depois das versões já lançadas, faltava ao vitorioso Uno, à versão esportiva. Mesmo utilizando o mesmo motor Fire 1,4 litro Evo, o Sporting tem novas relações de marchas, mais curtas, o que deixa o carro mais “esperto”. A velocidade final não tem alteração em relação aos demais modelos. A aparência esportiva é reforçada com faróis com máscara negra, anéis estéticos da grade anterior em vermelho e spoiler para o pára-choque dianteiro. Na lateral, faixas remetem à esportividade, jovialidade, desempenho, assim como as minissaias laterais. A ponteira do escapamento é dupla e as lanternas traseiras têm acabamento fumê. A exemplo do pára-choque dianteiro, o traseiro também traz um apêndice aerodinâmico. Sobre a tampa do porta-malas foi incorporado um aerofólio com acabamento na cor preta.

Ainda na parte decorativa e de funcionalidades, as bordas das caixas de rodas e o revestimento das colunas das portas, também receberam tratamento em preto. As rodas de liga leve têm aro de 15 polegadas.  

Internamente ele se distingue pelo painel com revestimento exclusivo, assim como a adoção de detalhes com cores que identificam a versão. O quadro de instrumentos também tem características próprias para a versão Sporting, trazendo instrumentos com nova serigrafia na cor laranja e display com iluminação na cor vermelha. Também possui de série computador de bordo e volante em couro. Já os bancos receberam tecido exclusivo com costuras estilizadas mais bolsa porta revistas e bordado “Sporting”.

A suspensão também foi ajustada para atender às solicitações da nova versão, molas mais rígidas e é cerca de 20 mm mais baixa em relação às versões Vivace. A versão Sporting chega oferecendo, além dos itens citados acima, direção hidráulica, faróis de neblina, trava e vidros dianteiros elétricos. Em termos de segurança pode vir, opcionalmente, com o HSD (High Safety Drive ― airbag duplo + freios com sistema ABS). Como complemento, ar condicionado e rádio CD MP3 Connect com viva-voz Bluetooth + USB.

Uno Cabrio

Sem dúvida, se tivéssemos que escolher um carro para representar o Salão do Automóvel de 2010, o que seria muito difícil, o Fiat Uno Cabrio seria um deles. É verdade que teve a nova versão do Porsche, maravilhosos Mercedes Benz, o espetacular Chevrolet Camaro, etc., etc. etc.. Mas o Fiat Uno Cabrio estará entre os tops. Segundo a Fiat Automóveis, infelizmente, por enquanto, é apenas um estudo. Será?  Tendo como base a carroceria duas portas do novo Uno, que em breve estará à disposição do mercado, o conversível ganhou novos pára-choques com novo design, que proporcionaram uma aparência mais esportiva. O dianteiro ficou caracterizado por grandes tomadas de ar e a presença de um pronunciado spoiler.

As lanternas traseiras e os brake lights ― posicionado na parte posterior dos apoios de cabeça ― são iluminados por LEDs, complementando o visual do carro. O motor é o 1,4 litro turbo, que equipa os modelos T-Jet.

Para compatibilizar a nova a aparência com o grande desempenho, o modelo recebeu rodas com aro de 17 polegadas e pneus de perfil 40.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0